Filmes por gênero

O CIRCO (1928)

The Circus
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Le cirque (França)
Il circo (Itália)
Der zirkus (Alemanha)
El circo (Espanha)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia
Direção: Charles Chaplin
Roteiro: Charles Chaplin
Produção: Charles Chaplin
Música Original: Charles Chaplin
Fotografia: Roland Totheroh
Edição: Charles Chaplin
Direção de Arte: Charles D. Hall
Nota: 8.1
Filme Assistido em: 1943

Elenco

Charles Chaplin Vagabundo
Merna Kennedy Enteada do proprietário
Al Ernest Garcia Proprietário do Circo
Betty Morrissey Mulher que desaparece
George Davis Mágico
Harry Crocker Rex
Henry Bergman Velho Palhaço
Steve Murphy Batedor de carteira
Max Tyron Vítima do batedor de carteiras
Jack Bernard Homem na platéia
H. L. Kyle Homem na platéia
Eugene Barry Policial
Albert Austin Palhaço
Charles Bachman Policial
Bill Knight Policial
Armand Triller Palhaço
L.J. O'Connor Policial

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Prêmio Honorífico (Charles Chaplin)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Ao fugir de uma perseguição policial, por causa de uma carteira deixada em seu bolso por um ladrão, para escapar do flagrante, o vagabundo Carlitos é confundido com o batedor de carteiras e caçado pela polícia durante a sessão de um circo.  

O vagabundo acaba por se tornar uma estrela do Circo quando os espectadores pensam que a hilariante perseguição é mais uma parte do espetáculo.  O proprietário termina por contratá-lo, mas como ele não repete a performance nos espetáculos seguintes, é aproveitado como porteiro.

Lá, ele desenvolve uma grande admiração pela filha do dono do circo, um homem intransigente, injusto, explorador, violento, e se mete em muitas situações embaraçosas.  Ao descobrir que possui um rival, na pessoa de um equilibrista, sente que terá de competir com o mesmo, mas termina compreendendo que o melhor para sua amada é permanecer com o outro, porque ela o ama.

O vagabundo deixa o circo, onde era explorado, e segue em frente, sozinho, com sua liberdade.

imagem

Comentários

"O Circo" é mais um clássico do genial Charles Chaplin.  Nele, além da direção, Chaplin assina o roteiro, a produção, a trilha sonora e a edição.

O filme é garantia de muitos risos e apresenta vários momentos inesquecíveis, como no caso da perseguição dos policiais em uma casa de espelhos, ou quando ele caminha na corda-bamba com macacos pendurados em sua cabeça.

Como em vários de seus filmes, Chaplin faz uma crítica ao capitalismo, onde o proprietário representa o empresário explorador e o vagabundo faz as vezes do trabalhador explorado e enganado, o verdadeiro artista sem o qual a produção não existe.  A exploração atinge o ponto mais alto quando o vagabundo é obrigado a andar na corda-bamba para não perder o emprego, numa metáfora da posição do empregado ante a postura desumana do empresário.

CAA