Filmes por gênero

SERENATA (1956)

Serenade
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Dos pasiones y un amor (Espanha)
Sérénade (França, Bélgica)
Serenad (Suécia)
Serenadi (Finlândia)
Meksika serenadi (Turquia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Música, Romance
Direção: Anthony Mann
Roteiro: John Twist, Ben Roberts, Ivan Goff
Produção: Henry Blanke
Design Produção: Edward Carrere
Música Original: Ray Heindorf
Direção Musical: Ray Heindorf
Fotografia: J. Peverell Marley
Edição: William H. Ziegler
Figurino: Howard Shoup
Efeitos Sonoros: Dolph Thomas, Robert B. Lee
Nota: 7.9
Filme Assistido em: 1965

Elenco

Mario Lanza Damon Vincenti
Joan Fontaine Kendall Hale
Sara Montiel Juana Montes
Vincent Price Charles Winthrop
Joseph Calleia Maestro Marcatello
Harry Bellaver Tonio
Vince Edwards Marco Roselli
Silvio Minciotti Lardelli
Frank Puglia Manuel Montes
Edward Platt Everett Carter
Licia Albanese Desdemona em 'Otello'
Jean Fenn Soprano em San Francisco
Francis Barnes Iago em 'Otello'
Stephen Bekassy Russell Hanson
Elizabeth Flournoy Ascensorista
Martin Garralaga Romero
Jose Govea Paco
Helen Hawley Testemunha do acidente
Abdullah Abbas Testemunha do acidente
Eduardo Noriega Felipe
María Luisa Serrano Rosa
Frank Yaconelli Giuseppe
Norma Zimmer Mimi em 'La Boheme'
Ralph Volkie Policial

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Damon Vincenti, um ítalo-americano com uma bela voz de cantor de ópera, deixa seu trabalho em um vinhedo da Califórnia, após participar de uma audição no Lardelli's, um restaurante de ópera em São Francisco, onde vários grandes tenores iniciaram suas carreiras. Certa noite, Charles Winthrop, um famoso promotor de concertos, visita o Lardelli's com Kendall Hale, uma bela herdeira que Damon conhecera um dia quando ela e o capitão Marco Roselli se perderam na região dos vinhedos.

Após o show, Winthrop convida Damon para jantar com ele e Kendall no hotel Mark Hopkins, e quando ele chega lá, é apresentado ao Maestro Marcatello, um famoso professor de cantores de ópera. Na ocasião, Damon explica que, quando criança, recebeu aulas de canto apenas quando a colheita era boa, e após a morte de seus pais, ele passou a trabalhar na produção de vinho, restando-lhe pouco tempo para se dedicar à instrução artística. Depois de ouvir sua história, Marcatello pede-lhe para cantar, e o jovem mostra tanto potencial que o maestro se oferece para treiná-lo.

Enquanto o grupo discute os talentos de Damon, Marco Roselli chega e grita com Kendall por ela não ter assistido à sua luta naquela noite. Depois que Kendall declara ao grupo que ela nunca disse a Roselli que o amava, ela pede a Damon que não vá embora quando os outros se preparam para se retirar. Ele declina, e no taxi, Winthrop comenta que Kendall é uma mulher perigosa. Mais tarde, no Lardelli’s, o primo de Damon, Tonio, faz planos para o tenor, mas Damon, que está se apaixonando por Kendall, embora lute contra a idéia, se mostra preocupado com o fato de sua vida estar mudando muito rapidamente.

Finalmente, tendo cedido às seduções de Kendall, Damon a convida, juntamente com Winthrop, a fazerem uma turnê com ele. Em Nova York, no entanto, ele é forçado a cancelar um encontro com Kendall para ensaiar sua estreia no Metropolitan, onde deverá cantar Othello. Após o ensaio, ele encontra Kendall com um jovem escultor, Russell, que está esculpindo seu busto, e fica morrendo de ciúmes. Ao retornar a palco do Metropolitan, Damon procura por Kendall e, não a encontrando, ele choca os presentes ao abandonar o local sem dar nenhuma satisfação.

Ele corre até a casa de Kendall, onde toma conhecimento que ela saiu em viagem com o escultor. Furioso, ele segue para a Cidade do México, onde está programado para cantar no Teatro Nacional. Durante um ensaio, ele perde a voz e desata a chorar. Depois que os diretores o substituem, Damon vai até a pequena cidade de San Miguel de Allende, onde, durante uma festa, ele adoece com uma doença semelhante à da malária. Juana Montes, uma jovem mexicana, cuida dele e depois o leva para se recuperar na fazenda onde ela mora com seus tios, Manuel e Rosa.

Uma vez lá, Damon se oferece para trabalhar no campo, como uma forma de pagar as despesas que Juana tivera com ele, inclusive os gastos com médicos. Certo dia, ele pega um violão e descobre que ainda não está em condições de cantar. Quando Juana sugere que ele volte a cantar depois que a safra acabar, ele responde amargamente que sua voz não é mais a mesma.

Durante uma festa em que rememoram a morte do pai de Juana, um toureiro que morreu no ringue, ela se veste como um toureiro e relembra a tourada. Felipe, um jovem que está apaixonado por Juana e com ciúmes de Damon, chama o pai de Juana de covarde, fazendo com que ela o ameace com sua espada em seu pescoço. Quando Damon vai confortá-la, ela explica que, quando sua mãe fugiu com outro homem, seu pai perdeu sua vontade de viver e se tornou uma fácil presa para um  touro enfurecido. Em seguida, ela vai à igreja para pedir perdão, e Damon a segue.

Quando ele ouve sua oração por ele, ele começa a cantar "Ave Maria" e chora de alegria por ter recuperado sua voz. Em seguida, ele anuncia que vai retornar aos Estados Unidos para cantar, e a convida para acompanhá-lo, mas ela se recusa. No entanto, quando ela vai levá-lo ao aeroporto de Mazatlán, uma tempestade tem início e os dois ficam presos na lama. Juana tenta resistir aos seus avanços, mas termina cedendo e o beijando. De volta à San Francisco, Damon aparece no Lardelli's com Juana como sua noiva.

Mais tarde, depois que Damon se reúne com o primo Tonio, Winthrop chega ao restaurante e lhe oferece a oportunidade de recuperar sua celebridade cantando na San Francisco Opera. Kendall assiste ao espetáculo com a intenção de conquistar Damon, e Juana, que é ciumenta, o encoraja a voltar para Nova York, mesmo que Kendall esteja por perto. Kendall convida o casal para participar de um coquetel, e quando eles chegam, ela ostensivamente leva Juana para mostrar-lhe os tesouros mexicanos que comprara quando estava procurando Damon no sul da fronteira.

Em seguida, aproveitando que está a sós com Juana, ela a adverte de que a afastará de Damon e fará dele uma grande estrela. Ao encontrar uma espada de toureiro, no entanto, Juana repete seu número para os convidados, brandindo a espada na garganta de Kendall. Depois que Damon intervém, Juana foge e ele diz à Kendall que não tem mais sentimentos por ela.

Na rua, Juana é atingida por um ônibus, e quando Damon a encontra, ela lhe diz que está bem e que ele não prejudique sua próxima apresentação. Durante o concerto, ele canta “Serenade”, em homenagem à sua amada e, nos bastidores, Tonio lhe informa que Juana está bem e que vai se recuperar inteiramente.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Anthony Mann, a partir de um roteiro escrito por John Twist, Ben Roberts e Ivan Goff, “Serenata” é um filme norte-americano produzido pela Warner Brothers em 1956. Sua trama, baseada num livro de James M. Cain, embora contenha os mesmos personagens, foge um pouco de seu conteúdo, uma vez que o livro fala de uma relação homossexual entre um cantor e seu benfeitor.

A direção de Mann se mostra apenas razoável, embora consiga manter um bom ritmo. Por outro lado, a trilha sonora, a cargo de Ray Heindorf, é de primeira linha e marcada por belíssimas canções interpretadas por Mario Lanza como, por exemplo, “Serenade” e “My Destiny”, de Nicholas Brodszky, “Ave Maria”, de Franz Schubert, “Il Mio Tesoro”, de Mozart, “O Soave Fanciulla” e “Nessun Dorma”, de Puccini, “Dio Ti Giocondi” e “Di Quella Pira”, de Verdi, “Italian Tenor Aria”, de Strauss, “Torna a Surriento”, de Ernesto De Curtis, dentre outros.

No elenco, destacam-se as atuações de Vincent Price e Sara Montiel, seguidas pelas de Joan Fontaine e Mario Lanza.

CAA