Filmes por gênero

SUAVE É A NOITE (1962)

Tender is the night
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Terna é a noite (Portugal)
Tendre est la nuit (França)
Tenera è la notte (Itália)
Suave es la noche (Espanha)
Tierna es la noche (Argentina, México)
Zärtlich ist die Nacht (Austria, Alemanha)
Ljuv är natten (Suécia)
Czula jest noc (Polônia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Henry King
Roteiro: Ivan Moffat
Produção: Henry T. Weinstein
Música Original: Bernard Herrmann
Fotografia: Leon Shamroy
Edição: William Reynolds
Direção de Arte: Malcolm Brown, Jack Martin Smith
Figurino: Marjorie Best
Guarda-Roupa: Joan Joseff
Maquiagem: Ben Nye
Efeitos Sonoros: Warren B. Delaplain, Bernard Freericks
Efeitos Visuais: L.B. Abbott, Emil Kosa Jr.
Nota: 7.8
Filme Assistido em: 1963

Elenco

Jennifer Jones Nicole Diver
Joan Fontaine Baby Warren
Jason Robards Dr. Richard 'Dick' Diver
Tom Ewell Abe North
Cesare Danova Tommy Barban
Jill St. John Rosemary Hoyt
Paul Lukas Dr. Dohmler
Bea Benaderet Sra. McKisco
Charles Fredericks Sr. Albert Charles McKisco
Sanford Meisner Dr. Franz Gregorovious
Mac McWhorter Colis Clay
Albert Carrier Louis
Richard De Combray Francisco Prado
Carole Mathews Sra. Hoyt
Alan Napier Señor Pardo
Earl Grant Pianista
Maurice Dallimore Sir Charles Golding
Jean De Briac Dr. Faurore
Carol Veazie Sra. Dumphrey
Katherine Berger Enfermeira
Vera de Winter Enfermeira
Renee Godfrey Enfermeira
Arlette Clark Governanta
Nora Evans Cantora
Armand Largo Repórter
Art Salter Fotógrafo

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Canção Original (Sammy Fain, Paul Francis Webster)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na década de 1920, uma multimilionária estadunidense, Nicole Warren, tinha muitos problemas psicológicos, cujas neuroses eram decorrentes do fato dela ter sido violentada pelo seu próprio pai. Tendo como sua tutora legal, sua irmã Baby Warren, ela é internada numa clínica especializada na Suíça, onde talvez acabasse por passar o resto da sua vida, se não fosse a dedicação do Dr. Dick Diver, um psiquiatra que, num tempo recorde, fez desaparecer todos os seus problemas.

O médico e a paciente acabam por se apaixonar e se casam. Esse casamento não agrada ao Dr. F. Dohmler, responsável pela clínica, que alerta Dick de que Nicole o veria como um ser divino até descobrir que ele era um ser humano comum e falível. Para piorar a situação, durante a sua recuperação, Dick mantinha-se longe da profissão, tornando-se cada vez mais dependente dela, quer a nível emocional ou financeiro.

Atendendo a todos os seus caprichos, ele abandona sua carreira e embarca em uma constante busca de prazer e festa, tudo isso é financiado pela guardiã de Nicole, sua arrogante irmã mais velha, Baby. Após a morte sem sentido de seu amigo íntimo, o escritor de músicas, Abe North, Dick percebe o vazio em que sua vida se tornou e tenta começar de novo, voltando à clínica de Zurique. No entanto, é muito tarde. Ele que ajudara Nicole em seus piores momentos, é agora o dependente.

Falhando miseravelmente na clínica e bebendo demais, Dick faz uma tentativa desesperada para recuperar a alegria dos primeiros dias de seu casamento, mas não tem êxito. Depois que Nicole pede o divórcio para se casar com um amante, ele concorda e, em seguida, parte para um futuro incerto na pequena cidade americana de seu nascimento.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Henry King, a partir de um roteiro escrito por Ivan Moffat, “Suave é a Noite” é um filme norte-americano produzido pela Twentieth Century Fox em 1962. Sua trama, baseada num romance de F. Scott Fitzgerald, conta a história de uma jovem que, após ser violentada pelo próprio pai, passa a sofrer sérios problemas psicológicos, sendo internada em uma Clínica especializada na Suiça, onde termina se apaixonando e casando com o psiquiatra que a atendeu.

Na direção, embora imprima um ritmo razoavelmente lento à narrativa, King merece elogios. Por outro lado, a fotografia assinada por Leon Shamroy, é de muito boa qualidade, procurando explorar os belos cenários da Riviera Francesa, de Zurique e Paris. Merece ainda destaque sua bela trilha sonora, onde a música “Tender is the Night”, de Sammy Fain e Paul Francis Webster, foi indicada ao Oscar de Melhor Canção Original.

No elenco, destacam-se as atuações de Jennifer Jones, Joan Fontaine e Jason Robards, seguidas pelas de Jill St. John e Paul Lukas.

CAA