Filmes por gênero

KOLYA - UMA LIÇÃO DE AMOR (1996)

Kolja
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Kolya, el nombre de la esperanza (Argentina)
Kola (Polônia)
Kolja (Hungria)
Ο μικρός Κόλια (Grécia)
Коля (Rússia)
Pais: República Tcheca, Reino Unido, França
Gênero: Comédia, Drama, Música
Direção: Jan Sverák
Roteiro: Zdenek Sverák
Produção: Jan Sverák, Eric Abraham
Música Original: Ondrej Soukup
Fotografia: Vladimír Smutný
Edição: Alois Fisárek
Direção de Arte: Milos Kohout
Figurino: Katarina Hollá
Guarda-Roupa: Alexander Kiss, Marta Jencova, Maria Hubackova
Maquiagem: Frantisek Prihoda, Bozena Dosla
Efeitos Sonoros: Zbynek Mikulik, Tomás Lylo, Ivo Spalj, Pavel Rejholec
Efeitos Especiais: Pavel Kryml, Boris Masnik, Jirí Simunek, Miroslav Snabl
Nota: 9.3
Filme Assistido em: 2003

Elenco

Andrei Chalimon Kolja
Libuse Safránková Klara
Zdenek Sverák Louka Frantisek
Ondrej Vetchý Broz
Stella Zázvorková Maminka
Ladislav Smoljak Houdek
Irina Livanova Nadezda
Silvia Suvadova Blanka
Liliya Malkina Tamara
Karel Hermánek Musil
Petra Spalková Brozova
René Pribil Pokorny
Miroslav Táborský Novotny
Slávka Budínová Bustikova
Jirí Sovák Rozicka
Regina Rázlová Zubata

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira (República Tcheca)

Festival Internacional de Cinema de Tóquio, Japão

Grand Prix de Tóquio (Jan Sverák)

Prêmio de Melhor Roteiro (Jan Sverák)

Festival Internacional de Veneza, Itália

Menção Honrosa (Jan Sverák)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (República Tcheca)

Prêmios para Jovens Artistas, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro para a Família (República Tcheca)

Prêmios Leão Tcheco, Praga, República Tcheca

Prêmio dos Críticos (Jan Sverák)

Leão Tcheco de Melhor Filme (Eric Abraham, Jan Sverák)

Leão Tcheco de Melhor Atriz (Libuse Safránková)

Leão Tcheco de Melhor Edição (Alois Fisárek)

Leão Tcheco de Melhor Ator Coadjuvante (Andrey Khalimon)

Leão Tcheco de Melhor Direção (Jan Sverák)

Leão Tcheco de Melhor Roteiro (Zdenek Sverák)

Prêmios Bogey, Alemanha

Prêmio Bogey

Prêmios Críticos Tchecos, Praga, República Tcheca

Prêmio de Melhor Filme (Jan Sverák)

Círculo de Críticos de Cinema da Austrália

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (República Tcheca)

National Board of Review, USA

Prêmio NBR dos 10 Melhores Filmes (República Tcheca)

Indicações

Academia do Cinema Europeu

Prêmio de Melhor Filme Europeu (Eric Abraham, Jan Sverák)

Prêmios Leão Tcheco, Praga, República Tcheca

Leão Tcheco de Melhor Ator (Zdenek Sverák)

Leão Tcheco de Melhores Efeitos Sonoros (Zbynek Mikulik)

Leão Tcheco de Melhor Atriz Coadjuvante (Stella Zázvorková)

Leão Tcheco de Melhor Fotografia (Vladimír Smutný)

Leão Tcheco de Melhor Música (Ondrej Soukup)

Leão Tcheco de Melhor Ator Coadjuvante (Ondrej Vetchý)

Associação dos Críticos de Cinema da Argentina

Condor de Prata de Melhor Filme Estrangeiro (Jan Sverák)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme em Língua não Inglesa (Eric Abraham, Jan Sverák)

Prêmios Camerimage, Lodz, Polônia

Prêmio Golden Frog (Vladimír Smutný)

Prêmios Satellite, Los Angeles

Prêmio Golden Satellite de Melhor Filme em Língua Estrangeira (República Tcheca)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Praga, 1988.  A Tchecoslováquia encontra-se em plena época do domínio soviético, durante o governo Gorbachev, com os soldados russos monitorando as ruas de Praga.

Louka Frantisek é um violoncelista decadente de meia-idade, solteiro convicto, mulherengo e com graves problemas financeiros.  Expulso da Filarmônica, sob a alegação de ser dissidente, agora ele toca em funerais, além de restaurar lápides para ganhar um extra.  Tendo acumulado uma razoável dívida e necessitando de um carro, ele acaba aceitando a proposta de um amigo, o coveiro Broz,  para fazer um casamento de conveniência com uma jovem russa, sua sobrinha, que precisa da cidadania tcheca, sob pena de ser deportada para seu país natal.

Mas, poucos dias depois, a moça, agora com cidadania tcheca, emigra para a Alemanha Ocidental, onde vai encontrar-se com um amante, e larga seu filho de cinco anos, Kolja, com a avó.  Mas esta tem uma crise de saúde e o garoto é enviado para Louka.

Este rejeita a criança mas sente-se obrigado a ficar com ela até que a avó melhore, pois a polícia russa está investigando a fuga de sua esposa.  A avó morre e Louka fica sem opções e terá que cuidar da criança.

O relacionamento dos dois é complicado.  Louka não gosta de crianças e não tem o menor jeito; o garoto é difícil de lidar, além de não falar tcheco.  Os dois são orgulhosos e aos poucos vão se habituando com a convivência.  O relacionamento entre eles é cativante e Kolja, com seu jeito meigo, conquista o durão Louka.  Mas a polícia russa está atrás dele e a mãe também quer o garoto de volta.

imagem

Comentários

"Kolya - Uma Lição de Amor" é um ótimo filme que apresenta um drama familiar que conquistou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.  Com um roteiro inteligente e ótimas atuações de todo o elenco, o filme tem a magia das crianças, de suas presenças e de seus olhares carregados de ternura, que dão à Kolya a humildade e a majestade das grandes obras.

Sverák está fabuloso como Louka, e sua aparência com Sean Connery é incrivelmente estranha.  Chalimon, como o pequeno Kolja, está adorável e o charme que exala também ajuda ao filme.

A direção é do renomado cineasta tcheco que já havia rodado um outro filme, 'Lições da Infância'  (Obecná skola), que igualmente fora indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Finalmente, a trilha sonora é clássica e rica, bem como, a fotografia e o design de produção são exemplares.

CAA