Filmes por gênero

NÓS, AS MULHERES (1953)

Siamo donne
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Nous, les femmes (França, Bélgica)
Of life and love (Estados Unidos)
We, the women (Austrália, Reino Unido)
Nosotras las mujeres (Espanha, Argentina)
Wir Frauen (Alemanha)
Vi kvinnor (Suécia)
Vi kvinder (Dinamarca)
Wij vrouwen (Holanda)
Pais: Itália
Gênero: Comédia
Direção: Roberto Rossellini, Luchino Visconti, Alfredo Guarini, Gianni Franciolini, Luigi Zampa e outros
Roteiro: Cesare Zavattini, Luigi Chiarini, Luchino Visconti, Roberto Rossellini, Alfredo Guarini, Gianni Franciolini
Produção: Alfredo Guarini
Design Produção: Gianni Polidori
Música Original: Alessandro Cicognini
Fotografia: Otello Martelli, Gábor Pogány, Domenico Scala, Enzo Serafin
Edição: Jolanda Benvenuti, Eraldo Da Roma, Adriana Novelli, Mario Serandrei
Efeitos Sonoros: Giorgio Pallotta
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1954

Elenco

Ingrid Bergman Ela própria (segmento "Ingrid Bergman")
Anna Magnani Ela própria (segmento "Anna Magnani")
Isa Miranda Ela própria (segmento "Isa Miranda")
Alida Valli Ela própria (segmento "Alida Valli")
Renzo Rossellini Ele próprio (segmento "Ingrid Bergman")
Alba Setaccioli Sra. Annovazzi (segmento "Ingrid Bergman")
Emma Danieli Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Anna Amendola Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Luciana Gilli Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Madeleine Fischer Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Cristina Doria Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Cristina Fantoni Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Cristina Grado Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Maria Grazia Jacomelli Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Donatella Marrosu Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Gina Mellucci Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Mara Todisco Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Lello Bersani Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Dina Bini Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Doria Catosso Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Regina Dainelli Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Christina Deria Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Marisa Funaro Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Rossana Galli Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Roberto Giagnoni Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Rosa Giovannini Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Liliana Mais Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Marcella Mariani Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Anna Maria Mazzarini Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Lia Natali Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Angela Scopelliti Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Alba Settacioli Ela própria (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"
Alfredo Guarini Ele próprio (segmento "Concurso 4 Atrizes 1 Esperança"

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

O filme é dividido em cinco episódios. O primeiro é, na verdade, um prólogo. Os demais contam detalhes das vidas de quatro atrizes famosas, Alida Valli, Ingrid Bergman, Isa Miranda e Anna Magnani, vistas como mulheres comuns e não como estrelas.

1º Episódio: Quatro atrizes e uma esperança  (Direção: Alfredo Guarini)
Crônica de um concurso para aspirantes a atrizes, onde são descritas as ansiedades, esperanças e desilusões das quatro participantes.

2º Episódio: Alida Valli (Direção: Gianni Franciolini)  
Alida Valli, uma famosa atriz, é convidada para a festa de noivado de sua massagista. Num primeiro momento, ela pensa em aceitar para não desagradá-la. No mesmo dia, no entanto, ela deve participar de outra cerimônia, com pessoas famosas e importantes. Ela decide não faltar a esse evento, por ser importante para sua carreira. No entanto, à noite, depois de dançar com um produtor e dar uma entrevista para uma rádio, sentindo-se entediada, ela decide ir embora ainda a tempo de estar presente na festa do noivado. Uma vez lá, ela é recebida como uma verdadeira diva por todos os parentes e amigos dos noivos. Quando o noivo, um engenheiro ferroviário, a convida para dançar, ela toma consciência de que gostaria de ter uma vida tranquila como as daquelas pessoas simples. Durante a dança, uma atração mútua surge entre os dois, o que é notado pela noiva. Ao perceber o que está ocorrendo, Alida, preocupada em restaurar a confiança da amiga massagista, cumprimenta os presentes e deixa a festa, sendo perseguida por crianças que lhe pedem um autógrafo.

3º Episódio: Ingrid Bergman  (Direção: Roberto Rossellini)
Ingrid se mostra extremamente preocupada quando seu jardim, repleto de árvores e plantas bem cuidadas, principalmente rosas, que ela tanto ama, está sendo destruído. Inicialmente, ela suspeita de seus cachorros e de seus filhos, mas algum tempo depois, conclui que se trata de uma galinha que, no passado, já lhe dera um bom prejuízo. Como o animal pertence à proprietária do imóvel, Ingrid lhe pede para contê-lo, mas ela se nega a tomar medidas eficazes. Assim, quando a galinha volta a atacar seu jardim, Ingrid a pega e coloca seus cachorros para assustá-la. No entanto, quando alguns amigos chegam para uma reunião em sua casa, ela esconde a galinha em um armário da despensa. Finalmente, ao ouvir seu cacarejar, a proprietária procura Ingrid e leva o animal.

4º Episódio: Isa Miranda  (Direção: Luigi Zampa)
Isa Miranda é uma atriz rica e famosa, com uma carreira invejável. Para se dedicar ao seu trabalho, ele sacrificou seus afetos e pôs de lado seu grande desejo de começar uma família e ter filhos. Ela mantém consigo fotografias, prêmios, recordações de seus filmes e até um Oscar. Certo dia, ao voltar do Estúdio para casa, ela presencia uma explosão. Ela para seu carro e vê um garoto ferido segurando seu braço. Um homem a ajuda a colocar o garoto em seu carro e, em seguida, ela o leva até o hospital. Ao chegar lá, o garoto é atendido e, em seguida, ela o leva para a casa dele, onde encontra suas duas irmãs e um irmão mais novo, todos sem qualquer tipo de supervisão. Preocupada com as crianças, Isa decide colocar o garoto na cama e tomar conta das outras crianças até que a mãe deles volte para casa. Durante essa experiência, ela lamenta nunca ter tido filhos. A história termina quando ela volta para seu apartamento vazio e atende a um telefonema.

5º Episódio: Anna Magnani (Luchino Visconti)
A caminho do teatro onde deverá se apresentar como cantora, Anna discute com o motorista de táxi, a respeito de seu cachorro, quando ela salta na Piazza di Siena. É que, no momento de pagar a corrida, o taxista lhe pede uma lira adicional por ter transportado o animal. A atriz se rebela contra o motorista, segura o cachorro em suas mãos e se recusa a pagar o custo adicional, como manda o regulamento. Como a discussão continua, ela procura um policial na rua, que lhe cobra 14,5 liras pelo fato do animal não ter uma licença. Inconformada, ela procura uma Delegacia de Polícia, onde um sargento e um capitão decidem que se trata de um cão de colo. Diante da decisão dos policiais, o taxista pede desculpas e afirma que estava agindo de boa fé. Em seguida, ele a acompanha até a porta do teatro onde, atrasada, ela entra cantando a famosa canção “Com'è bello fà l'amore quann'è sera”.

imagem

Comentários

Embora não se trate de uma obra premiada, “Nós, as Mulheres” é uma interessante comédia produzida pela Itália em 1953. Sua trama é composta por cinco episódios distintos, cada um dirigido por um cineasta diferente, onde se destacam os grandes Roberto Rossellini e Luchino Visconti. Merece ainda ser ressaltada a excelente música a cargo de Alessandro Cicognini, onde se sobressai a canção “Com'è bello fa' l'amore quann'è será”, interpretada por Anna Magnani.

No elenco, chamam atenção as excelentes atuações de Ingrid Bergman, Anna Magnani, Alida Valli e Isa Miranda, cada uma em seu respectivo episódio.

Enfim, “Nós, as Mulheres” é um filme que recomendo fortemente.

CAA