Filmes por gênero

NOSSO AMOR DE ONTEM (1973)

The way we were
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Nos plus belles années (França, Canadá)
Come eravamo (Itália)
Tal como éramos (Espanha)
Nuestros años felices (Argentina, Peru, Venezuela)
So wie wir waren (Alemanha)
Våra bästa år (Suécia)
Vore bedste år (Dinamarca)
Какими мы были (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance
Direção: Sydney Pollack
Roteiro: Arthur Laurents
Produção: Ray Stark, Richard A. Roth
Design Produção: Stephen B. Grimes
Música Original: Marvin Hamlisch
Coreografia: Grover Dale
Fotografia: Harry Stradling Jr.
Edição: John F. Burnett
Figurino: Dorothy Jeakins, Moss Mabry
Guarda-Roupa: Bernie Pollack, Shirlee Strahm, Marie Osborne, Richard Bruno
Maquiagem: Donald Cash Jr., Gary Liddiard
Efeitos Sonoros: Jack Solomon, Kay Rose, Richard Portman
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1974

Elenco

Barbra Streisand Katie Morosky
Robert Redford Hubbell Gardner
Bradford Dillman J.J.
Viveca Lindfors Paula Reisner
Lois Chiles Carol Ann
Patrick O'Neal George Bissinger
Allyn Ann McLerie Rhea Edwards
Murray Hamilton Brooks Carpenter
Herb Edelman Bill Verso
Diana Ewing Vicki Bissinger
Sally Kirkland Pony Dunbar
Marcia Mae Jones Peggy Vanderbilt
George Gaynes Capitão do El Morocco
Roy Jenson Capitão do Exército
Eric Boles Cabo do Exército
Barbara Peterson Ashe Blonde
James Woods Frankie McVeigh
Constance Forslund Jenny
Robert Gerringer Dr. Short
Susan Blakely Judianne
Sean Collins Cabo do Exército

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Trilha Sonora (Marvin Hamlisch)

Oscar de Melhor Canção Original (Marvin Hamlisch, Marilyn Bergman)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Canção Original (Marvin Hamlisch, Marilyn Bergman)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Atriz Estrangeira (Barbra Streisand)

Prêmios Grammy, EUA

Grammy de Melhor Album da Trilha Sonora de um Filme (Alan Bergman, Marilyn Bergman, Marvin Hamlisch)

National Board of Review, USA

Prêmio NBR dos 10 Melhores Filmes

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Barbra Streisand)

Oscar de Melhor Fotografia (Harry Stradling Jr.)

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Cenários (Stephen Grimes, William Kiernan)

Oscar de Melhor Figurino (Dorothy Jeakins, Moss Mabry)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Barbra Streisand)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Drama escrito diretamente para o cinema (Arthur Laurents)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz (Barbra Streisand)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Katie Morosky e Hubbell Gardiner se conhecem na Universidade. Suas diferenças são imensas, já que ela é uma judia marxista, com fortes opiniões anti-guerra, e ele é um protestante anglo-saxão sem nenhuma inclinação política, um jovem esportista com talentos de escritor. Embora se sintam atraídos, um pelo outro, eles perdem o contato após a formatura.

No final da 2ª Guerra Mundial, quando Katie está trabalhando em uma estação de rádio, e Hubbell, após servir como oficial durante a guerra do Pacífico, está tentando voltar à vida civil, eles voltam a se encontrar. Apesar das diferenças, eles se apaixonam. Pouco tempo depois, no entanto, Katie se revolta com as piadas cínicas dos amigos de Hubbell, quando da morte do presidente Franklin D. Roosevelt, e não compreende sua indiferença no que tange ao seu engajamento político. Ao mesmo tempo, a serenidade dele é perturbada por suas posturas polarizadoras.

Algum tempo depois, quando é oferecida a Hubbell a oportunidade de adaptar um de seus romances a um roteiro para um filme, Katie acredita que ele está desperdiçando seu talento e o encoraja a dar mais atenção aos seus livros. No entanto, ele se mostra interessado na proposta e os dois se mudam para a Califórnia, onde, sem muito esforço, ele se torna um roteirista de sucesso, e o casal passa a desfrutar de um alto estilo de vida.

À medida que a lista negra de Hollywood cresce e o macarthismo começa a invadir suas vidas, o ativismo político de Katie ressurge, colocando em risco a posição e a reputação de Hubbell. Apesar dela se encontrar grávida, seu engajamento político faz com que ele se reaproxime e tenha um caso com Carol Ann, sua namorada no tempo da faculdade e agora divorciada de J.J., seu melhor amigo.

Após o nascimento da criança, Katie e Hubbell decidem se separar, pois ela finalmente entendeu que ele não é o homem que ela idealizou quando se apaixonou por ele. Alguns anos após o divórcio, os dois voltam a se encontrar defronte ao Plaza Hotel, em Nova York. Ela, que voltou a se casar, o convida para tomar um drinque, mas ele confessa que não dispõe de tempo. Na oportunidade, embora não demonstre a menor intenção de conhecer sua filha, ele pergunta como ela está e se o novo marido tem sido um bom pai para a criança.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Sydney Pollack, a partir de um roteiro escrito por Arthur Laurents, “Nosso Amor de Ontem” é um filme norte-americano produzido pelas empresas Columbia Pictures Corporation, Rastar Productions e Tom Ward Enterprises em 1973.

Partindo de um roteiro bastante original e inteligente, Pollack nos brinda com um belo trabalho de direção, no que é ajudado pela maravilhosa fotografia em Panavision, a cargo de Harry Stradling Jr., e indicada ao Oscar do ano. Na área técnica, merecem igualmente elogios seu figurino, assinado por Dorothy Jeakins e Moss Mabry, também indicado ao Oscar, e sua inesquecível trilha sonora, a cargo de Marvin Hamlisch e ganhadora da tão sonhada estatueta.

No elenco, Barbra Streisand brilha no papel da judia marxista, que lhe rendeu o prêmio David di Donatello de melhor atriz do ano, além de ser indicada aos prêmios Oscar, de Hollywood, Globo de Ouro, e o da Academia Britânica de Cinema e Televisão. Embora não tenha sido indicado a qualquer premiação, Robert Redford também nos brinda com uma boa atuação.

CAA