Filmes por gênero

MURALHAS DE SANGUE (1952)

One minute to zero
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Missão na Coreia (Portugal)
Une minute avant l'heure (França)
Corea, hora cero (Espanha)
Paralelo 38 (Chile)
Operazione 'z' (Itália)
Korea (Alemanha)
En minut före noll (Suécia)
Минута до нуля (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Guerra da Coréia
Direção: Tay Garnett
Roteiro: Milton Krims, William Wister Haines
Produção: Edmund Grainger
Música Original: Victor Young
Direção Musical: C. Bakaleinikoff
Fotografia: William E. Snyder
Edição: Robert Belcher
Direção de Arte: Albert S. D'Agostino, Jack Okey
Figurino: Michael Woulfe
Maquiagem: Mel Berns
Efeitos Sonoros: Clem Portman, Frank McWhorter
Efeitos Especiais: Roscoe Cline
Efeitos Visuais: Linwood G. Dunn
Nota: 7.4
Filme Assistido em: 1962

Elenco

Robert Mitchum Coronel Steve Janowski
Ann Blyth Sra. Linda Day
William Talman Coronel John Parker
Margaret Sheridan Mary Parker
Robert Osterloh Major Davis
Robert Gist Major Carter
Richard Egan Capitão Ralston
Roy Roberts Tenente General George Thomas
Eddie Firestone Tenente Stevens
Michael St. Angel Tenente Martin
Peter M. Thompson Tenente Cronin
Charles McGraw Sargento 1ª Classe Baker
Tom Irish Sargento Cook
William Forrest Oficial
Eduard Franz Dr. Gustav Engstrand
Wallace Russell Piloto Norton
Wally Cassell Soldado Means
Hal Baylor Soldado Jones
Ted Ryan Soldado Noble
Thomas Carr Soldado Clark
Larry Stewart Soldado Weiss
Monya Andre Mulher francesa das Nações Unidas
Dorothy Granger Enfermeira
Karen Hale Enfermeira

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em Seul, como a invasão norte-coreana parece iminente, militares americanos experientes, como o coronel do exército Steve Janowski e o coronel John Parker, da Força Aérea, trabalham juntos para ajudar a Coréia do Sul a se preparar para a guerra. A enfermeira dedicada das Nações Unidas, Linda Day, no entanto, opõe-se a usar a força militar e expressa livremente sua opinião a Steve. Apesar de suas diferenças políticas, ele se sente atraído por ela, e quando um atirador começa a disparar contra eles, fora do hotel, ele a protege com seu corpo.

Desconcertada pelo contato íntimo, Linda informa Steve que o nome dela é "Sra. Day". Pouco depois, ao se encontrar com John em um aeródromo, Steve vê Linda, que pretende acompanhar os militares americanos, e a carrega, contra sua vontade, para um avião de evacuação japonês. Momentos depois que o avião decola, o aeródromo é bombardeado por coreanos do Norte, utilizando aviões fabricados na Rússia. Mais tarde, no Japão, John toma conhecimento que ele e outros pilotos da Força Aérea devem voar em missões, sobre a Coréia do Norte, e se despede de sua esposa Mary Parker.

Os primeiros dias da guerra não são favoráveis ao Sul, e Steve se sente obrigado a assumir um pelotão que perdeu seu comandante. Contando com o apoio de John, Steve e seus homens conseguem destruir tanques da Coréia do Norte e ficam agradavelmente surpreendidos quando os pilotos australianos se juntam ao esforço de guerra. Durante outro embate contra o inimigo, Steve é ferido e levado para um hospital no Japão. No dia de sua alta, ele recebe a visita de Linda, que lhe agradece por salvar sua vida no aeródromo. Na ocasião, ela o convida para um jantar, e quando ele chega ao seu apartamento, Linda admite ser viúva.

Depois de apreciar sua comida caseira, Steve confessa que ela é a primeira mulher honesta que já conheceu e a beija. Mais tarde, ele lhe oferece um anel de noivado, mas ela o rejeita, revelando a dor que sofreu quando seu marido foi morto, em batalha, durante a Segunda Guerra Mundial. Embora Steve entenda a relutância de Linda em se casar com um militar, ele retorna à Coréia com o coração partido.

Na fronteira da Coréia do Norte, Steve se reúne com seu pelotão, enquanto Linda e outros membros das Nações Unidas lutam para ajudar os refugiados que fogem do norte. Quando Steve percebe que soldados norte-coreanos, disfarçados de retirantes, se escondem entre os refugiados, ele ordena uma inspeção, pessoa a pessoa, o que causa uma baixa significativa. Por outro lado, enquanto John joga folhetos sobre os refugiados, de seu avião, pedindo-lhes para que não cruzem a fronteira, soldados armados forçam a multidão a avançar.

Com a esperança de assustar os refugiados, Steve dá ordens para que seus homens disparem sobre eles, e quando essa tática falha, ordena um assalto em grande escala. Linda testemunha o ataque, durante o qual muitos refugiados, bem como comunistas, perdem a vida, e condena fortemente Steve. Mais tarde, em Seul, ela se depara com John, que lhe diz que Steve não teve escolha e lhe mostra fotografias de americanos capturados, torturados e mortos pelos comunistas. Cheia de remorsos, Linda pede a John que peça desculpas a Steve, em seu nome, e depois vai a uma igreja para pedir perdão.

De volta ao front, Steve apresenta um plano para acabar com a rota de abastecimento dos comunistas, lançando uma invasão no território da Coréia do Norte. Apesar dos riscos, os generais comandantes aprovam sua ideia e, durante a noite, o pelotão de Steve atravessa a fronteira e ataca o primeiro caminhão de abastecimento que encontra. O caminhão inimigo é deixado na estrada, bloqueando o próximo caminhão, que os homens de Steve também atacam. Pela manhã, todo o comboio de abastecimento inimigo se encontra preso na estrada, e John, com seus homens, iniciam um ataque aéreo. Horas depois, no entanto, o pelotão de Steve é atacado por soldados norte-coreanos e uma batalha feroz tem início.

Naquela noite, quando chega a notícia de que o abastecimento de munição para o agora pelotão indefeso, só poderá ocorrer pela manhã, John, voluntariamente, consegue lançar a carga em plena escuridão. Ao concluir sua missão, seu avião é atingido e ele é morto quando seu paraquedas pega fogo. Apesar da morte de John, a missão é um sucesso e Steve toma conhecimento de que será promovido a general. Quando ele deixa o campo de batalha, Linda o encontra e implora seu perdão. Depois de lhe dizer que um dia ela será sua esposa, ele se prepara para sua próxima missão.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Tay Garnett, a partir de um roteiro escrito por Milton Krims e William Wister Haines, “Muralhas de Sangue” é um filme norte-americano produzido em preto e branco pela RKO Radio Pictures em 1952.

Não repetindo seus ótimos trabalhos, quando da realização dos filmes “O Vale da Decisão”, de 1945, e “Destino Bate à sua Porta”, de 1946, a direção de Garnett se mostra apenas razoável. Por outro lado, a fotografia em preto e branco, assinada por William E. Snyder, é de boa qualidade. No elenco, o maior destaque é Robert Mitchum, no papel do Coronel Janowski, seguido pelas boas atuações de Ann Blyth, William Talman e Charles McGraw.

CAA