Filmes por gênero

O ÚLTIMO PÔR DO SOL (1961)

The last sunset
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Duelo ao Pôr do Sol (Portugal)
El Perdido (França, Austria, Alemanha))
L'occhio caldo del cielo (Itália)
El último atardecer (Espanha, México, Venezuela)
Mannen utan nåd (Suécia)
Ostatni zachód slonca (Polônia)
Az utolsó napnyugta (Hungria)
Storm over Rio Grande (Dinamarca)
Последний закат (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste
Direção: Robert Aldrich
Roteiro: Dalton Trumbo
Produção: Edward Lewis, Eugene Frenke
Música Original: Ernest Gold
Direção Musical: Joseph Gershenson
Fotografia: Ernest Laszlo
Edição: Michael Luciano
Direção de Arte: Alexander Golitzen, Alfred Sweeney
Guarda-Roupa: Norma Koch
Maquiagem: Bud Westmore
Efeitos Sonoros: Waldon O. Watson, Donald Cunliffe
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1963

Elenco

Rock Hudson Dana Stribling
Kirk Douglas Brendan 'Bren' O'Malley
Dorothy Malone Belle Breckenridge
Joseph Cotten John Breckenridge
Carol Lynley Melissa 'Missy' Breckenridge
Neville Brand Frank Hobbs
Regis Toomey Milton Wing
James Westmoreland Julesburg Kid
Adam Williams Calverton
Jack Elam Ed Hobbs
José Torvay Rosario
Margarito Luna José
Jorge Treviño Comerciante mexicano

Indicações

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Ator em um Filme de Ação (Kirk Douglas)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Brendan O'Malley atravessa a fronteira para o México a fim de escapar da justiça por um assassinato por ele cometido. Ele chega ao rancho de uma antiga amante, Belle, e de seu marido, o beberrão e covarde criador de gado, John Breckenridge. Este o contrata para transportar seu rebanho até o Texas.

Pouco tempo depois, o xerife Dana Stribling, que está perseguindo O'Malley pelo assassinato de seu cunhado, chega ao rancho de Breckenridge, mas não tendo jurisdição para prendê-lo no México, concorda em se juntar ao grupo que irá transportar seu gado até o Texas, onde pretende entregar o assassino à justiça americana.

Durante o transporte do gado, alguns antigos confederados se deparam com Breckenridge em um bar e o acusam de covardia durante uma batalha na Guerra Civil. Embora Stribling e O'Malley se juntem para tentar salvar a vida do rancheiro, este é baleado nas costas e morto ao tentar sair do bar. Stribling e O'Malley respondem disparando contra o homem que atirou em Breckinridge e, em seguida, providenciam seu enterro.

Ao continuarem a jornada em direção ao Texas, Stribling e Belle se sentem atraídos, um pelo outro, e planejam se casar, enquanto O'Malley e Melissa se apaixonam, aumentando a tensão entre o xerife e o fora da lei. Ao chegarem à fronteira com os Estados Unidos, após atravessarem o Rio Grande, Belle decide comemorar. Melissa se veste com um dos vestidos de sua mãe, e O'Malley, assustado com a semelhança dela com Belle, de dezesseis anos atrás, se diz extremamente apaixonado por ela. Diante de tal situação, Belle o confronta e lhe diz que Melissa é sua filha. Arrasado com tal revelação, O'Malley retira as balas de seu revólver e enfrenta o xerife, sendo morto num ato nitidamente de suicídio.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Robert Aldrich, a partir de um roteiro escrito por Dalton Trumbo, “O Último Pôr-do-Sol” é um faroeste norte-americano produzido pela empresa Brynaprod S.A. em 1961. Sua trama, baseada no romance “Sundown at Crazy Horse”, de Howard Rigsby, é marcada por um bom ritmo e aborda temas como ódio, vingança, anseios e amor proibido.

Na direção, Aldrich realiza um bom trabalho, no que é ajudado pela bela fotografia em Eastman Color, assinada por Ernest Laszlo. Por outro lado, sua trilha sonora, típica de faroeste, inclui as canções “Pretty Little Girl In The Yellow Dress”, de Dimitri Tiomkin, e “Cu cu ru cu cu Paloma”, de Tomás Méndez.

No elenco, Kirk Douglas brilha no papel de Brendan O'Malley, seguido pelas boas atuações de Rock Hudson, Dorothy Malone, Joseph Cotten e Carol Lynley, aos 19 anos de idade.

CAA