Filmes por gênero

BETTY BLUE (1986)

37°2 le matin
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Betty Blue 37º,2 de Manhã (Portugal)
37.2 degrees in the morning (USA)
Betty Blue - El encanto de una mujer (Argentina)
Betty Blue, 37º en la mañana (Peru)
Betty Blue - 37,2 grad am morgen (Alemanha)
Betty Blue - 37,2 grader på morgonen (Suécia)
Betty Blue - 37,2 grader om morgenen (Dinamarca)
Beti Blu (Sérvia)
Pais: França
Gênero: Drama, Romance
Direção: Jean-Jacques Beineix
Roteiro: Jean-Jacques Beineix
Produção: Claudie Ossard, Jean-Jacques Beineix
Design Produção: Carlos Conti
Música Original: Gabriel Yared
Direção Musical: Georges Rodi, Gabriel Yared
Fotografia: Jean-François Robin
Edição: Monique Prim
Figurino: Elisabeth Tavernier
Guarda-Roupa: Charlotte David
Maquiagem: Judith Gayo
Efeitos Sonoros: Pierre Befve, Dominique Hennequin , Julien Cloquet e outros
Efeitos Especiais: Pierre Foury, Philippe Ferrer
Nota: 9.0
Filme Assistido em: 1987

Elenco

Jean-Hugues Anglade Zorg
Béatrice Dalle Betty
Gérard Darmon Eddy
Consuelo De Haviland Lisa
Clémentine Célarié Annie
Jacques Mathou Bob
Vincent Lindon Richard, o jovem policial
Jean-Pierre Bisson O Comissário
Dominique Pinon O negociante
Raoul Billerey O velho policial
Claude Aufaure O médico
Louis Bellanti Mario
Nathalie Dalyan Maria
Dominique Besnehard Cliente da Pizzaria
Nicolas Jalowyj O pequeno Nicolas
André Julien Georges
Bernard Robin 2º Locatário
Claude Confortès Proprietário dos bangalôs
Philippe Laudenbach O editor
Frédéric Caratini Archie

Prêmios

Festival de Montréal, Canadá

Grand Prix das Américas (Jean-Jacques Beineix)

Prêmio de Filme mais Popular (Jean-Jacques Beineix)

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Poster

Sociedade dos Críticos de Cinema de Boston

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Jean-Jacques Beineix)

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Direção (Jean-Jacques Beineix)

César de Melhor Edição (Monique Prim)

César de Melhor Filme (Jean-Jacques Beineix)

César de Melhor Ator (Jean-Hugues Anglade)

César de Melhor Atriz (Béatrice Dalle)

César de Melhor Ator Coadjuvante (Gérard Darmon)

César de Melhor Atriz Coadjuvante (Clémentine Célarié)

César de Melhor Música escrita para um Filme (Gabriel Yared)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

No sul da França, Zorg trabalha como zelador e dá manutenção para quinhentos bangalôs, além de tomar conta deles. Ele tem uma vida tranquila, procurando escrever nas horas vagas.
 
Certo dia, Betty, uma jovem e bela mulher, mas também dona de um temperamento imprevisível e instável,  entra em sua vida quieta e calma. Após uma briga com o chefe de Zorg, ela põe fogo no bangalô onde moram. Em seguida, ela e Zorg rumam para Paris, onde decidem começar uma vida nova. Nesse sentido, os dois decidem trabalhar como garçom e garçonete  no restaurante de Eddy, um amigo.
 
Betty, que viu um manuscrito de Zorg, acredita que ele seja um grande escritor e não aceita que ele sirva mesas ou faça biscates. Assim, ela datilografa o texto e o envia para todos os editores da cidade, mas vários o recusam, alegando que o mesmo não passa de um lixo, o que deixa Betty inconformada. 
 
Quando a mãe de Eddy, que morava a novecentos quilômetros de Paris, morre, Betty, Zorg e Lisa, namorada de Zorg, também vão ao enterro. Após o funeral, Eddy propõe que Zorg e Betty permaneçam na cidade, tomando conta de uma loja de pianos da sua falecida mãe. Os dois aceitam prontamente a proposta, pois adoram a cidade, embora nem tudo saia como esperado, face ao temperamento difícil de Betty, que está saindo do controle.

imagem

Comentários

Escrito e dirigido pelo cineasta Jean-Jacques Beineix, "Betty Blue" é um filme produzido em 1986 pelas empresas Gaumont, Cargo Films e Constellation Productions.
 
Na direção, Jean-Jacques realiza um ótimo trabalho, no que é ajudado por uma bela fotografia, a cargo de Jean-François Robin, e uma excelente trilha sonora, assinada por Gabriel Yared. No elenco, Béatrice Dalle brilha, no papel principal, seguida pelas ótimas atuações de Jean-Hughes Anglade, Gérard Darmon e Clémentine Célarié.
 
CAA