Filmes por gênero

SETE HOMENS E UM DESTINO (1960)

The magnificent seven
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Os sete magníficos (Portugal)
Les sept mercenaires (França, Bélgica, Canadá)
I magnifici sette (Itália)
Los siete magníficos (Espanha, Argentina)
Siete hombres y un destino (Peru, México, Chile)
Die glorreichen Sieben (Austria, Alemanha)
7 vågade livet (Suécia)
Syv mænd sejrer (Dinamarca)
Великолепная семерка (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste
Direção: John Sturges
Roteiro: William Roberts
Produção: John Sturges
Música Original: Elmer Bernstein
Fotografia: Charles Lang
Edição: Ferris Webster
Direção de Arte: Edward Fitzgerald
Guarda-Roupa: Bert Henrikson
Maquiagem: Emile LaVigne, Daniel C. Striepeke
Efeitos Sonoros: Jack Solomon, Del Harris, Rafael Ruiz Esparza
Efeitos Especiais: Milt Rice
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1962

Elenco

Yul Brynner Chris Adams
Eli Wallach Calvera
Steve McQueen Vin Tanner
Charles Bronson Bernardo O'Reilly
Robert Vaughn Lee
Brad Dexter Harry Luck
James Coburn Britt
Jorge Martínez de Hoyos Hilario
Rosenda Monteros Petra
Rico Alaniz Sotero
Pepe Hern Tomas
John A. Alonzo Miguel
Horst Buchholz Chico
Robert J. Wilke Wallace
Val Avery Henry
Whit Bissell Chamlee
Bing Russell Robert
José Chávez Rafael
Joseph Ruskin Flynn
Jim Davis Pistoleiro em Boot Hill
Valentin de Vargas Capanga de Calvera
Larry Duran Capanga de Calvera

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Trilha Sonora de uma Comédia ou Drama (Elmer Bernstein)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Filme de Ação

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Ator em um Drama (Yul Brynner)

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Trilha Sonora (Elmer Bernstein)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Revelação Masculina (Robert Vaughn)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Quando o implacável bandido, Calvera, e seus quarenta homens, invadem uma aldeia mexicana em busca de comida e bens, os aldeões permanecem quietos, com exceção de um fazendeiro indignado, que o bandido mata sumariamente. Depois que eles vão embora, os aldeões, incapazes de sobreviverem com o que restou, procuram um velho conselheiro que lhes aconselha a comprarem armas, na fronteira com os Estados Unidos, e a aprenderem a usá-las. Quando a delegação de três homens, liderada por Hilario, chega a uma cidade fronteiriça para comprar as armas, eles se mostram impressionados com os pistoleiros Chris Adams e Vin Tanner, que se oferecem para dirigirem uma carruagem carregando o corpo de um índio, através da cidade, quando o diretor do funeral se recusa a transportá-lo com receio de represálias por parte de cidadãos intolerantes.

Na primeira oportunidade, eles se aproximam de Chris para pedirem conselhos, ocasião em que este lhes sugere que, ao invés de comprarem armas, contratem alguns homens para defenderem a aldeia, por se tratar de uma opção mais barata. Inicialmente, concordando apenas em ajudá-los a recrutar os homens, Chris finalmente decide liderar o grupo e, apesar do escasso pagamento oferecido, ele consegue cinco homens dispostos a acompanhá-los. Além de Chris e Vin, o grupo inclui Harry Luck, que assume que Chris deverá receber uma recompensa maior pelo trabalho, Bernardo O'Reilly, um irlandês-mexicano que está passando por dificuldades, Britt, um especialista em facas e armas de fogo, que se juntou ao grupo exclusivamente pelo desafio envolvido, e o pistoleiro Lee, atormentado por pesadelos. A caminho da aldeia mexicana, eles são procurados por Chico, um aspirante a pistoleiro, cujas tentativas anteriores de se juntar a Chris foram rejeitadas. Desta vez, impressionado com sua persistência, Chris o convida para o grupo.

Ao chegarem à aldeia, eles trabalham com os aldeões para construírem fortificações e treiná-los a se defenderem. Eles observam a falta de mulheres até Chico tropeçar com Petra, descobrindo que elas estavam escondidas com receio de serem estupradas. Os homens armados começam a se unir com os aldeões, e Petra persegue Chico. Quando Calvera e seus homens retornam à aldeia, eles sofrem grandes perdas e se retiram. Os aldeões celebram, acreditando que ele não retornará, mas Chico infiltra-se em seu acampamento e descobre que ele deverá retornar, pois seus homens encontram-se sem comida.

Ao ouvirem isso, alguns aldeões temerosos sugerem que os homens armados deixem a aldeia. No entanto, Chris insiste que eles permaneçam e, pouco depois, decide fazer uma invasão surpresa no acampamento de Calvera, onde o encontram abandonado. Ao voltarem, eles são surpreendidos com a presença de Caldera e seus homens, que haviam assumido o controle da aldeia. Calvera poupa as vidas dos sete, acreditando que eles aprenderam que não vale a pena lutar pelos aldeões.

Ao se prepararem para partir, Chris e Vin admitem que se tornaram emocionalmente ligados à aldeia. Os sete homens são, então, escoltados até certa distância da aldeia, onde suas armas são devolvidas. Com exceção de Harry, que acredita que o esforço será inútil e suicida, os demais concordam em voltar a lutar. Assim, eles se infiltram na aldeia e um tiroteio tem início. Harry, que mudou de ideia, chega a tempo de salvar a vida de Chris, mas ele mesmo é morto. Lee, por outro lado, irrompe em uma casa onde vários aldeões se encontram cativos, disparando contra os bandidos e permitindo que os aldeões se juntem à luta, mas é abatido ao deixar a casa. Bernardo é atingido por um tiro ao proteger um grupo de crianças. Já Britt, morre ao se expor depois de atirar em um considerável número de bandidos. Chris consegue atirar em Calvera, que lhe pergunta por que ele voltou e morre sem receber uma resposta. Os demais bandidos conseguem fugir.

Os três pistoleiros sobreviventes ajudam a enterrar os mortos e, depois, deixam a aldeia. Ao pararem numa colina com vista para a aldeia, Chico decide retornar para se juntar à Petra.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta John Sturges, a partir de um roteiro escrito por William Roberts, “Sete Homens e um Destino” é um faroeste norte-americano produzido pela Mirisch-Alpha Production em 1960. Sua trama, na verdade, é uma refilmagem de um dos maiores clássicos do mestre japonês, Akira Kurosawa, “Os Sete Samurais”, de 1954.

Na direção, Sturges realiza um excelente trabalho, ao imprimir um bom ritmo e manejar sua câmera com habilidade. A fotografia, a cargo de Charles Lang, é outro quesito técnico que merece destaque ao captar os belos cenários do velho oeste e, por fim, não poderia deixar de citar a excelente trilha sonora, assinada por Elmer Bernstein e indicada ao Oscar do ano.

No elenco, Yul Brynner brilha no papel de Chris Adams, seguido pelas ótimas atuações de Steve McQueen, Charles Bronson, Robert Vaughn, Eli Wallach e James Coburn.

CAA