Filmes por gênero

O HERÓI DO PT-109 (1963)

PT 109
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Patrulha 109 (Portugal)
Patrouilleur 109 (França)
Pt 109 posto di combattimento (Itália)
Patrullero PT 109 (Espanha)
Lancha torpedera 109 (México)
Patrouillenboot PT 109 (Austria, Alemanha)
Pt 109 op nachtpatrouille 14 (Holanda)
Torpedovene PT 109 (Finlândia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Biográfico, Drama, 2ª Guerra Mundial
Direção: Leslie H. Martinson
Roteiro: Richard L. Breen
Produção: Bryan Foy
Música Original: David Buttolph, William Lava
Fotografia: Robert Surtees
Edição: Folmar Blangsted
Direção de Arte: Leo K. Kuter
Guarda-Roupa: Alexis Davidoff
Maquiagem: Gordon Bau
Efeitos Sonoros: Francis E. Stahl
Efeitos Especiais: Charles E. Dolan, Johnny Borgese, Ralph Webb
Nota: 7.7
Filme Assistido em: 1964

Elenco

Cliff Robertson Tenente John F. Kennedy
Ty Hardin Guarda-marinha Leonard Thom
Robert Culp Guarda-marinha George 'Barney' Ross
Joseph Gallison Harold Marney
James Gregory Comandante C. R. Ritchie
Sam Reese Operador de torpedos Andrew Kirksey
Norman Fell Edmund Drewitch
Grant Williams Tenente Alvin Cluster
Michael Pate Tenente Reginald Evans
Robert Blake Charles 'Bucky' Harris
Lew Gallo Yeoman Rogers
William Douglas Gerald Zinser
Biff Elliot Edgar E. Mauer
Clyde Howdy Leon Drawdy
Sam Gilman Raymond Starkey
Buzz Martin Maurice Kowal
James McCallion Pat McMahon
John Ward John Maguire
Glenn Sipes William Johnson
David Whorf Raymond Albert

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em agosto de 1942, as forças americanas lutam contra os japoneses em todo o Pacífico. O tenente da Marinha dos Estados Unidos, John F. Kennedy, usa a influência de sua família para participar dos combates na região das ilhas Salomão, para surpresa do Comandante C. R. Ritchie. Ele é, então, designado para o comando da PT-109, uma lancha torpedeira bastante danificada, necessitando urgentemente de reparos. Inicialmente, o Comandante Ritchie não dá maior importância a ele, mas seu entusiasmo para restaurar a PT-109 e formar uma boa equipe chama sua atenção, que passa a respeitá-lo. Sua equipe inclui um oficial executivo, o guarda-marinha Leonard Thom e os marinheiros Charles 'Bucky' Harris e Edmund Drewitch.

Em sua primeira missão, a PT-109, equipada com metralhadoras e canhões de 20 mm, é enviada para evacuar um grupo que se encontra na província de Choiseul. Kennedy consegue resgatar os sobreviventes, mas ao deixar o local, a lancha fica sem combustível e a maré começa a levá-la de volta à ilha. Kennedy, sua equipe e os fuzileiros resgatados lutam para se manterem vivos, até que outra lancha PT chega e os auxilia.

No dia 2 de agosto de 1943, enquanto patrulhava em uma noite escura, sem lua, o contratorpedeiro japonês Amagiri colide contra a PT-109, entre as Ilhas de Kolombangara e Ghizo, partindo-a ao meio, matando dois dos treze membros, Marney e Kirksey. Embora ferido nas costas, Kennedy reúne os sobreviventes e, com dificuldade, conseguem nadar até uma ilhota deserta, com apenas 100 metros de diâmetro, sem comida nem água. A moral do grupo cai, com vários homens dispostos a se renderem, mas Kennedy se mantém determinado a conseguir uma saída. Por outro lado, a colisão havia sido observada pelo subtenente australiano Reginald Evans, que dirigia um posto secreto em Kolombangara, o qual providencia para que dois nativos procurem por eventuais sobreviventes.

No dia seguinte, Kennedy decide explorar a Ilha Naru, em companhia do guarda-marinha George ‘Barney’ Ross, onde avistam os nativos que, ao vê-los, fogem assustados. No entanto, ao retornarem, eles descobrem que os tais nativos haviam entrado em contato com o resto da tripulação. Eram Biuku Gasa e Eroni Kumana. Kennedy, sem saber como enviar uma mensagem, recebe a ajuda de Gasa que, depois de subir em uma palmeira e derrubar um coco, retira a casca grossa e o entrega a Kennedy, mostrando-lhe como escrever sobre a casca mais fina com sua faca.

No dia seguinte, oito nativos chegam à ilha trazendo comida e instruções do subtenente Evans para que Kennedy vá ao seu encontro, onde finalmente, os dois planejam o resgate do restante do grupo.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Leslie H. Martinson, a partir de um roteiro escrito por Richard L. Breen, “O Herói do PT-109” é um filme norte-americano produzido pela Warner Brothers em 1963. Sua trama, baseada num livro de Robert J. Donovan, acompanha o tenente John F. Kennedy, futuro presidente dos Estados Unidos, no período em que ele comandou uma lancha torpedeira, durante a 2ª Guerra Mundial, no combate aos japoneses no Pacífico Sul, mais precisamente na região das Ilhas Salomão. Segundo divulgado pela mídia, na época da produção do filme, já presidente dos Estados Unidos, Kennedy fez três exigências: que o filme fosse historicamente perfeito, que os lucros fossem distribuídos com os sobreviventes do PT-109 e suas famílias, e que o ator que iria representá-lo fosse por ele escolhido.

Na direção, Martinson realiza um trabalho razoavelmente bom, embora suas quase duas horas e meia de projeção se tornem um pouco cansativas, apesar de se tratar de uma história verídica e fascinante. A fotografia de Robert Surtees, em Panavision, é de muito boa qualidade, com alguns efeitos especiais que fazem com que as cenas de ação pareçam bem realistas.

No elenco, Cliff Robertson se sai bem no papel de Kennedy, seguido pelas boas atuações de James Gregory, Ty Hardin, Robert Culp e Robert Blake.

CAA