Filmes por gênero

ESTRELA DE FOGO (1960)

Flaming star
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A lança em chamas (Portugal)
Les rôdeurs de la plaine (França)
Stella di fuoco (Itália)
Estrella de fuego (Espanha, México)
Flammender Stern (Austria, Alemanha)
Vild man i Texas (Suécia)
Plonaca gwiazda (Polônia)
Flammende stjerne (Dinamarca)
Пламенеющая звезда (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Faroeste
Direção: Don Siegel
Roteiro: Nunnally Johnson, Clair Huffaker
Produção: David Weisbart
Música Original: Cyril J. Mockridge
Direção Musical: Lionel Newman
Fotografia: Charles G. Clarke
Edição: Hugh S. Fowler
Direção de Arte: Duncan Cramer, Walter M. Simonds
Figurino: Adele Balkan
Maquiagem: Ben Nye, Helen Turpin
Efeitos Sonoros: E. Clayton Ward, Warren B. Delaplain
Nota: 7.5
Filme Assistido em: 1961

Elenco

Elvis Presley Pacer Burton
Barbara Eden Roslyn Pierce
Steve Forrest Clint Burton
Dolores del Rio Neddy Burton
John McIntire Sam Burton
Rodolfo Acosta Buffalo Horn
Karl Swenson Dred Pierce
Ford Rainey Doc Phillips
Richard Jaeckel Angus Pierce
Anne Benton Dorothy Howard
L.Q. Jones Tom Howard
Douglas Dick Will Howard
Tom Reese Jute
Monte Burkhart Ben Ford
Ted Jacques Hornsby
Virginia Christine Sra. Phillips
Roy Jenson Matt Holcom
Barbara Beaird Dottie Phillips
Pat Hogan Guerreiro índio
Foster Hood Guerreiro índio
Lon Ballantyne Guerreiro índio
Rodd Redwing Guerreiro índio

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Quando Clint e Pacer Burton se aproximam de sua fazenda do Texas, em uma noite iluminada de 1878, eles ficam preocupados com o silêncio que reina na casa. Eles entram cautelosamente e são surpreendidos por familiares e amigos que vieram para comemorar o aniversário de Clint. Com Sam Burton e sua esposa kiowa, Neddy, estão Will Howard e sua família, junto com os Pierces: Dred, Angus e Roslyn, que é a namorada de Clint. Após a festa, os vizinhos se dirigem para casa, mas os Howards são atacados por índios Kiowa, e todos, menos Will, são mortos.

Os Burtons se mostram preocupados quando o novo chefe Kiowa, Buffalo Horn, aparece perto do rancho, mas só no dia seguinte, quando Clint e Pacer vão à cidade para obterem suprimentos, é que eles tomam conhecimento do massacre da família Howard. Dred e Angus se mostram hostis em relação a Pacer, que, como filho de Neddy, é meio Kiowa, e mesmo que Clint, o filho de Sam de um casamento anterior, seja branco, eles sugerem que talvez ele também estivesse envolvido no massacre. Arrasada com a notícia de que seus amigos foram mortos, Neddy se pergunta se ela e Sam fizeram a coisa certa quando vinte anos antes, se casaram, mas Sam assegura que a família Burton sempre vai ficar unida.

A força da família é testada na noite seguinte, quando uma gangue de colonos questiona sua lealdade em relação aos Kiowas. Quando Matt Holcom insulta Sam e Neddy, Clint o fere com sua arma, após o que os colonos matam a maior parte do gado dos Burtons. Enquanto Sam e Clint procuram o gado sobrevivente, Neddy e Pacer oferecem comida a dois caçadores com fome, mas quando um deles provoca Neddy, Pacer se vê obrigado a expulsá-los. Buffalo Horn pede a Pacer que se junte a seus guerreiros numa tentativa de expulsarem os brancos de suas terras.

Ansiosa por evitar matanças desnecessárias, Neddy decide visitar sua família na tribo dos Kiowas, onde as mulheres viram as costas para ela, embora os homens tratem Pacer como a um irmão. Um de seus amigos, Two Moons, os acompanha até em casa, mas quando se aproximam do rancho, Will, ainda marcado pelo massacre de sua família, atira em Neddy.

Na confusão, Two Moons também é baleado, e Pacer mata Will. Clint e Sam chegam, e enquanto Sam cuida de sua esposa, Clint e Pacer vão à cidade à procura de Doc Phillips. As pessoas da cidade os expulsam, mas Pacer força Phillips a acompanhá-lo. No momento em que o médico, Roslyn e os dois irmãos retornam ao rancho, no entanto, Neddy, que conseguira levantar-se da cama, rastejara até as colinas e morrera. Enfurecido, Pacer decide se juntar a Buffalo Horn, e quando Clint e Roslyn tentam detê-lo, ele ameaça seu irmão com uma arma.

Sam dá a Pacer sua bênção, mas, tristemente, observa, quando seu filho se afasta, que seus esforços para construir uma família foram em vão. Pacer leva o corpo de Two Moons de volta ao acampamento Kiowa, onde ele se oferece para ficar em seu lugar na batalha. Enquanto isso, um grupo de Kiowas, desconhecendo a promessa de Buffalo Horn de proteger a família Burton, vai até o rancho e mata Sam. Sozinho agora, Clint enterra seu pai e se desloca em busca de vingança. Assim, ao se deparar com um grupo de índios, Clint dispara contra o chefe, fazendo com que os indígenas, incluindo Pacer, o persiga.

Quando Clint é ferido, Pacer o leva para um lugar seguro e depois conduz os índios na outra direção. De volta ao rancho, Clint diz a Pacer que os Kiowas mataram seu pai, fazendo com que Pacer, de saco cheio, o amarre ao cavalo de Roslyn, e se prepare para se encontrar com os índios. Ao acordar na casa de Pierce, no dia seguinte, Clint insiste em voltar para ajudar Pacer, mas ao sair de casa, um homem ferido se aproxima no lombo de um cavalo. É Pacer, que revela estar morrendo...

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Don Siegel, a partir de um roteiro escrito por Nunnally Johnson e Clair Huffaker, “Estrela de Fogo” é um faroeste norte-americano produzido pela Twentieth Century Fox em 1960. Baseado num romance de Clair Huffaker, sua trama é marcada por muita ação e uma violência incomum em algumas sequências.

Na direção, Siegel realiza um trabalho razoavelmente bom, no que é ajudado pela ótima fotografia, em CinemaScope, de Charles G. Clarke, que procura tirar o máximo proveito das belezas do velho oeste. Quanto à sua trilha sonora, que deixa a desejar, destaca-se a canção “Flaming Star”, interpretada por Elvis Presley e que dá nome ao título do filme. No elenco, Elvis Presley e Dolores del Rio se saem muito bem, seguidos pela boa atuação de Steve Forrest.

CAA