Filmes por gênero

O JANTAR (1998)

La cena
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Le dîner (França)
The dinner (USA)
A vacsora (Hungria)
Kolacja (Polônia)
Serverat (Suécia)
Ужин (Rússia)
Pais: Itália, França
Gênero: Comédia
Direção: Ettore Scola
Roteiro: Ettore Scola, Furio Scarpelli, Silvia Scola, Giacomo Scarpelli
Produção: Franco Committeri
Design Produção: Luciano Ricceri
Música Original: Armando Trovajoli
Fotografia: Franco Di Giacomo
Edição: Raimondo Crociani
Figurino: Odette Nicoletti
Guarda-Roupa: Angela Anzimani, Alma Barbieri, Piera Cimino
Maquiagem: Franco Freda, Antonio Maltempo, Carla Catanzaro
Efeitos Sonoros: Remo Ugolinelli, Stefano Vadala, Paolo Frati e outros
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1999

Elenco

Fanny Ardant Flora
Vittorio Gassman Maestro Pezzullo
Antonio Catania Mago Adam
Giancarlo Giannini Professor de Filosofia
Stefania Sandrelli Isabella
Marie Gillain Allieva
Riccardo Garrone Diomede
Francesca d'Aloja Alessandra
Nello Mascia Menghini
Adalberto Maria Merli Bricco
Corrado Olmi Arturo
Eros Pagni Duilio

Prêmios

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Atriz Coadjuvante (Stefania Sandrelli)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Ator Coadjuvante (Vittorio Gassman, Giancarlo Giannini, Walter Lupo e outros)

Prêmios Golden Goblets, Italy

Prêmio Golden Goblet de Melhor Roteiro (Ettore Scola, Furio Scarpelli, Giacomo Scarpelli, Silvia Scola)

Indicações

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Produção (Franco Committeri)

Festival de Montréal, Canadá

Grand Prix das Américas (Ettore Scola)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Roteiro (Ettore Scola, Furio Scarpelli, Giacomo Scarpelli, Silvia Scola)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Fotografia (Franco Di Giacomo)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Design de Produção (Luciano Ricceri)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

O filme se passa no espaço fechado de um restaurante que recebe seus costumeiros clientes para o jantar.  Nas mesas, a variedade meio caótica que compõe qualquer agrupamento humano.  Enquanto o jantar é servido, os dramas e as vidas de vários personagens vão sendo revelados.

A proprietária, Flora, recebe os clientes e, juntamente com o Maestro Pezzullo, um professor aposentado, faz a ligação entre as várias histórias.

Há a mesa em que Isabella, uma mulher que está envelhecendo com dificuldade, entra em desespero quando, em conversa com a filha, descobre que esta deseja ir para um convento e se tornar freira.  Em outra mesa, uma moça fogosa recebe seus vários namorados para uma explicação conjunta.  Há a mesa onde se acha um professor de filosofia cinqüentão que tenta sair de um relacionamento com uma aluna.  Na mesa ao lado, dois atores veteranos discutem a montagem de uma nova peça.  O Maestro Pezzullo a tudo observa, comenta  e, às vezes, interfere nas conversas.

O cozinheiro comunista vive às turras com um garçom preguiçoso, antipatia que divide com o maître que, por sua vez, ama secretamente a proprietária.

imagem

Comentários

"O Jantar" é mais um belo filme realizado pelo grande cineasta italiano,  Ettore Scola, responsável por jóias como "O Baile", de 1983, "Nós Que nos Amávamos Tanto", de 1974, "Paixão de Amor", de 1981 e "Mário, Maria e Mário", de 1993, entre outros.

E, para realizar um ótimo filme como esse, Scola não precisa mais do que quatorze  mesas de um restaurante e o talento de um elenco de primeiríssima linha.  Nesse espaço reduzido, ele apresenta um leque de dramas pessoais, retratando a beleza e a poesia da vida e da natureza humana.  Não há uma única cena ou um único diálogo que não esteja em linha com o contexto do filme.  A atenção e o interesse do espectador são mantidos do início à última cena.

No elenco, a bela Fanny Ardant, no papel da proprietária do restaurante, Giancarlo Giannini e Vittorio Gassman, são os grandes destaques.

Enfim, "O Jantar" é um exemplo de que, com imaginação e um bom material, inclusive humano, pode-se realizar um grande filme sem contar com um orçamento bilionário.

CAA