Filmes por gênero

O FILHO DA NOIVA (2001)

El hijo de la novia
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Son of the bride (USA, UK)
Le fils de la mariée (França)
Il figlio della sposa (Itália)
Der sohn der braut (Alemanha, Austria)
Brudens son (Suécia)
Morsiamen poika (Finlândia)
Syn panny mlodej (Polônia)
Az örömfiú (Hungria)
Сын невесты (Rússia)
Pais: Argentina, Espanha
Gênero: Comédia Dramática
Direção: Juan José Campanella
Roteiro: Juan José Campanella, Fernando Castets
Produção: Mariela Besuievski, Fernando Blanco, Pablo Bossi, Gerardo Herrero
Música Original: Ángel Illarramendi, Iván Wyszogrod
Fotografia: Daniel Shulman
Edição: Camilo Antolini
Direção de Arte: Mercedes Alfonsín
Figurino: Cecilia Monti
Guarda-Roupa: Marcela Albacete
Maquiagem: Marisa Amenta
Efeitos Sonoros: Carlos Abbate, José Luis Díaz, Marcelo Lago
Nota: 9.4
Filme Assistido em: 2002

Elenco

Ricardo Darín Rafael Belvedere
Héctor Alterio Nino Belvedere
Norma Aleandro Norma Belvedere
Eduardo Blanco Juan Carlos
Natalia Verbeke Naty
Claudia Fontán Sandra
Gimena Nóbile Vicky
David Masajnik Nacho
Atilio Pozzobon Francesco
Humberto Serrano Padre Mario
Fabián Arenillas Sciacalli
Mónica Cabrera Carmen
Giorgio Bellora Marchiolli
Mónica Virgilito Enfermeira
Victoria Troncoso Camareira
Miguel Padilla Professor
Walter Mackenzie Rosales
Adrián Suar Dodi
Antonio Caride Padre Naty
Gabriela Arista Médica
Juan José Campanella Médico
Pablo Ingercher Casas Walter
Gabriel Eisbruch Monaguillo

Prêmios

Associação dos Críticos de Cinema da Argentina

Condor de Prata de Melhor Ator (Ricardo Darín)

Condor de Prata de Melhor Edição (Camilo Antolini)

Condor de Prata de Melhor Roteiro Original (Juan José Campanella, Fernando Castets)

Condor de Prata de Melhor Direção (Juan José Campanella)

Condor de Prata de Melhor Atriz Coadjuvante (Norma Aleandro)

Condor de Prata de Melhor Ator Coadjuvante (Eduardo Blanco)

Condor de Prata de Melhor Revelação Feminina (Claudia Fontán)

Condor de Prata de Melhor Filme

Festival de Cinema de Cartagena, Colômbia

Prêmio OCIC (Juan José Campanella)

Festival de Gramado, Brasil

Kikito de Ouro de Melhor Atriz (Norma Aleandro)

Prêmio do Público de Melhor Filme Latino (Juan José Campanella)

Festival de Cinema de Havana, Cuba

Prêmio do Público (Juan José Campanella)

Prêmio OCIC (Juan José Campanella)

Festival de Montréal, Canadá

Grand Prix Especial do Júri (Juan José Campanella)

Prêmio de Melhor Filme Latino-Americano (Juan José Campanella)

Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Brasil

Prêmio do Público de Melhor Filme Estrangeiro (Juan José Campanella)

Festival Internacional de Valladolid, Espanha

Prêmio Espiga de Prata (Juan José Campanella)

Círculo dos Roteiristas de Cinema, Espanha

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Héctor Alterio)

Prêmios Clarín, Buenos Aires, Argentina

Prêmio Clarín de Melhor Ator (Ricardo Darín)

Prêmio Clarín de Melhor Filme

Festival do Cinema Latinoamericano de Lima, Peru

1º Prêmio Elcine (Juan José Campanella)

Prêmios Sant Jordi de Barcelona

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Juan José Campanella)

Festival de Cinema do SESC, Brasil

Prêmio do Público de Melhor Ator Estrangeiro (Ricardo Darín)

Prêmio da Crítica de Melhor Ator Estrangeiro (Ricardo Darín)

Prêmios Turia, Espanha

Prêmio Especial de Melhor Atriz (Natalia Verbeke)

Prêmio do Público de Melhor Filme Estrangeiro (Juan José Campanella)

Festival de Viña del Mar, Chile

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Norma Aleandro)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Argentina)

Associação dos Críticos de Cinema da Argentina

Condor de Prata de Melhor Ator Coadjuvante (Héctor Alterio)

Condor de Prata de Melhor Fotografia (Daniel Shulman)

Condor de Prata de Melhor Direção de Arte (Mercedes Alfonsín)

Condor de Prata de Melhor Música (Ángel Illarramendi)

Festival de Cinema de Cartagena, Colômbia

Prêmio de Melhor Filme (Juan José Campanella)

Festival de Gramado, Brasil

Kikito de Ouro de Melhor Filme da Competição Latina (Juan José Campanella)

Festival de Montréal, Canadá

Grand Prix das Américas (Juan José Campanella)

Festival Internacional de Valladolid, Espanha

Prêmio Espiga de Ouro (Juan José Campanella)

Círculo dos Roteiristas de Cinema, Espanha

Prêmio de Melhor Ator (Ricardo Darín)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Norma Aleandro)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Aos 42 anos, Rafael Belvedere está em crise, pois assumiu muitas responsabilidades e não tem mais tempo para qualquer tipo de diversão.  

Boa parte de seu tempo é gasto no gerenciamento do restaurante fundado por seu pai.  Sua ex-esposa o acusa de não dar a devida atenção à filha Vicky e ainda há Naty, sua atual namorada, que sempre lhe exige atenção.  

Rafael raramente visita sua mãe, Norma, que sofre do mal de Alzheimer e vive internada numa casa para idosos.  Em meio a todas essas responsabilidades, ele sofre um ataque cardíaco, que faz com que se encontre novamente com Juan Carlos, um amigo de infância que o ajuda a reconstruir seu passado e ver o presente com outros olhos.  

Nesse caminho, ele receberá o apoio do pai e ajudará o velho homem a realizar o grande desejo de sua mãe: casar-se na Igreja.

imagem

Comentários

"O Filho da Noiva" é um excelente drama sentimental.  Realizado pelo cineasta argentino, Juan José Campanella, apresenta um ótimo roteiro, conseguindo divertir e emocionar a quem o assiste.  É um filme sobre a família, o amor e a vida.

Além de momentos inesquecíveis, como a cena do pedido de casamento, o filme ainda cita a crise econômica pela qual passava a Argentina.

"O Filho da Noiva" possui um ritmo perfeito e tem, no seu elenco, um dos seus pontos mais fortes.

Indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, o filme é realmente uma verdadeira obra-prima.
 

CAA