Filmes por gênero

INFIEL (2000)

Trolösa
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Trolösa (Suécia)
L'Infedele (Itália)
Die Treulosen (Alemanha)
Uskoton (Finlândia)
Infidèle (França)
Faithless (USA, UK)
Pais: Suécia, Itália, Alemanha, Finlândia, Noruega
Gênero: Drama
Direção: Liv Ullmann
Roteiro: Ingmar Bergman
Produção: Kaj Larsen, Johan Mardell
Fotografia: Jörgen Persson
Edição: Sylvia Ingemarsson
Direção de Arte: Göran Wassberg
Figurino: Inger Pehrsson
Guarda-Roupa: Inger Eiserwall
Maquiagem: Cecilia Drott, Elisabeth Ekman
Efeitos Sonoros: Gunnar Landström, Christer Melén, Bengt Wallman e outros
Nota: 7.6
Filme Assistido em: 2002

Elenco

Lena Endre Marianne
Erland Josephson Bergman
Krister Henriksson David
Thomas Hanzon Markus
Michelle Gylemo Isabelle
Juni Dahr Margareta
Philip Zandén Martin Goldman
Thérèse Brunnander Petra Holst
Marie Richardson Anna Berg
Stina Ekblad Eva
Johan Rabaeus Johan
Jan-Olof Strandberg Axel
Björn Granath Gustav
Gertrud Stenung Martha

Prêmios

Festival Internacional do Uruguai

Prêmio da Crítica (Liv Ullmann)

Indicações

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (Liv Ullmann)

Academia do Cinema Europeu

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Atriz (Lena Endre)

Prêmios Goya - Academia Espanhola, Espanha

Goya de Melhor Filme Europeu (Liv Ullmann)

Sinopse

O filme disseca a essência humaana de três personagens envolvidos num intenso e perigoso triângulo amoroso.

A personagem central é Marianne, uma mulher que tem um casamento feliz com Markus, um importante e respeitado regente de orquestra.  Seu relacionamento é bom, estável.  Mas, a presença do melhor amigo de Markus, David, em sua casa, irá transformar o pacato casamento em um jogo envolvente e intenso de infidelidade.

A amizade e interesse platônico transformam-se em atração física e sexual, que culmina num doloroso relacionamento.

Os dois fazem uma viagem romântica e sensual para Paris enquanto Markus está ausente e concretizam o tão esperado ato de traição.  A omissão e as mentiras fascinam os dois, que encontram uma forma de continuar o relacionamento oculto naturalmente.

Numa das tardes de encontro, o pesadelo bate à porta do casal.  É Markus.  Ele descobre que foi enganado pela mulher e pelo amigo.  Pede o divórcio, mas não sem antes lutar pela guarda da pequena Isabelle, filha do casal.

Os sentimentos mais devastadores de desejo, emoção e culpa atropelam a razão, trazendo à realidade desses personagens atos nada conscientes, que não podem ser entendidos facilmente, uma vez que partem de personagens tão polidos, resolvidos e maduros.

Ciúmes escondidos e explícitos tomam formas violentas. Emoções e desejos degeneram-se em jogos baixos e sujos, com deslealdade e desrespeito.

Isabelle talvez seja a mais prejudicada com essa situação.  Com apenas nove anos, conhece um mundo de insanidade e egoísmo.  O amor que outrora existiu entre seus pais transforma-se em raiva.  Seus egoísmos e frustrações não a poupam em nada, nem mesmo do drama da morte.

O que parecia saudável como experiência e emoção, como saber até onde vai a fidelidade, toma um rumo trágico e cruel.  Não se sabe mais o que é certo e errado.  No final, não existem culpados.  Todos foram infiéis, cruéis e encontram a infelicidade.

imagem imagem imagem

Comentários

"Infiel" é um ótimo filme que trata de um assunto sério: o adultério.  Baseado num caso vivido pelo grande Ingmar Bergman, que assina o roteiro, sua ex-mulher, atriz e cineasta sueca, Liv Ullmann, realiza um drama forte através do qual mostra as conseqüências devastadoras que um triângulo amoroso pode causar em todos os envolvidos.  O filme apresenta momentos notáveis, como a cena em que o casal adúltero é apanhado em flagrante.

Ullmann consegue fazer um trabalho fantástico com os principais atores, todos vindo do teatro.  O grande destaque fica para a bela Lena Endre, que dá um show de interpretação como Marianne.  Erland Josephson interpreta um escritor com o mesmo nome do autor, Bergman.

CAA