Filmes por gênero

POLITICAMENTE INCORRETO (1998)

Bulworth
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Bulworth - Candidato em perigo (Portugal)
Bulworth - Il senatore (Itália)
El senador Bulworth (Argentina)
Senator Bulworth (Polônia)
Bulvortas (Lituânia)
Bulworth - Nyomd a sódert! (Hungria)
Koko kansan Bulworth (Finlândia)
Булворт (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia, Drama, Romance
Direção: Warren Beatty
Roteiro: Warren Beatty, Jeremy Pikser
Produção: Pieter Jan Brugge, Warren Beatty
Design Produção: Dean Tavoularis
Música Original: Ennio Morricone, Warren Beatty, Ice Cube e outros
Fotografia: Vittorio Storaro
Edição: Billy Weber , Robert C. Jones
Direção de Arte: William F. O'Brien
Figurino: Milena Canonero
Efeitos Especiais: Bill Hansard
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1999

Elenco

Laurie Metcalf Mimi
Jack Warden Eddie Davers
Warren Beatty Sen. Jay Bulworth
Halle Berry Nina
Sean Astin Gary
Don Cheadle L. D.
Debra Monk Helen
Paul Sorvino Graham Crockett
Joshua Malina Bill Feldman
Isaiah Washington Darnell, irmão de Nina
Kevin Cooney Rev. Wilberforce
Robin Gammell Geoffrey
Paul Mazursky Ele próprio
George Hamilton Ele próprio
Christine Baranski Constance Bulworth
William Baldwin Amante de Constance Bulworth
Oliver Platt Dennis Murphy
Richard C. Sarafian Vinnie
Kirk Baltz Produtor do Debate
John Witherspoon Rev. Morris
Ava Rivera Repórter
Deborah Moore Repórter
Nora Dunn Repórter
Kimberly Deauna Adams Denisha
Vinny Argiro Diretor do Debate
Ernie Lee Banks Leroy
J.Kenneth Campbell Anthony
Michael Kaufman Repórter
James Keane Diretor de Política Americana

Prêmios

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Roteiro (Warren Beatty, Jeremy Pikser)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Original (Warren Beatty, Jeremy Pikser)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia (Warren Beatty)

Prêmio de Melhor Ator em um Musical ou Comédia (Warren Beatty)

Prêmio de Melhor Roteiro (Warren Beatty, Jeremy Pikser)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Roteiro (Warren Beatty, Jeremy Pikser)

Prêmios Grammy, EUA

Grammy de Melhor Composição Instrumental escrita para o Cinema ou Televisão (Ennio Morricone )

Prêmios Imagem, Estados Unidos

Prêmio Imagem de Melhor Atriz (Halle Berry)

Prêmio Imagem de Melhor Ator Coadjuvante (Don Cheadle)

Prêmios de Melhor Edição de Som, Estados Unidos

Prêmio Golden Reel de Melhor Edição de Som

Sociedade dos Filmes Políticos, Estados Unidos

Prêmio Exposé

Prêmios Satellite, Los Angeles

Prêmio Golden Satellite de Melhor Ator - Comédia ou Musical (Warren Beatty)

Associação dos Críticos de Cinema do Sudeste, Estados Unidos

Prêmio de Melhor Filme (9º lugar)

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio Leão de Ouro (Warren Beatty)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro escrito diretamente para o cinema (Warren Beatty, Jeremy Pikser)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

O senador democrata Jay Bulworth está repassando o vídeo de sua propaganda eleitoral.  Dentro de mais algumas horas, ele estará enfrentando o último fim de semana de sua campanha, antes das eleições primárias para o Partido Democrata, na Califórnia.  Bulworth está passando por grande stress emocional, sua vida pessoal está em decadência e, profissionalmente, acha-se acabado.

Assim, decepcionado consigo mesmo e por meio do lobista de sua campanha, Bulworth faz um seguro de vida no total de US$ 10 milhões e contrata um pistoleiro para assassiná-lo naquele fim de semana.

Com sua morte planejada, ele quebra todas as regras do jogo político, passando a falar tudo o que pensa em seus comícios.  Numa visita a uma igreja de negros no paupérrimo bairro de South Central, Bulworth é cobrado da promessa do governo federal em investir na região após o levante de Los Angeles, na época do julgamento dos policiais brancos que quase mataram a pauladas o motorista negro Rodney King.  "Nós dissemos o que vocês queriam ouvir e depois basicamente esquecemos tudo", diz o político para uma platéia incrédula.

Ao regressar de South Central para Beverly Hills, um grupo de garotas negras, inclusive a ativista Nina, embarcam na limusine do senador e o convidam para encerrar a noite numa casa de "rap".  Lá, ele é confundido com Clint Eastwood, fuma maconha, dança a noite toda e acaba apaixonado pela bela Nina.

Por outro lado, a repercussão dos seus discursos faz com que ele passe a favorito em todas as pesquisas de opinião.  Assim, favorito nas urnas e loucamente apaixonado por Nina, o senador encontra uma nova razão para viver e, por conseqüência, não quer mais morrer.  Mas, nem mesmo seu intermediário pode desfazer o negócio tratado, pois não sabe quem é o assassino que foi posto nas ruas...

imagem

Comentários

"Politicamente Incorreto" é um filme inteligente e provocativo.  Realizado por  Warren Beatty, estreando como diretor, além de co-assinar o roteiro e a produção, o filme apresenta críticas incisivas às  instituições americanas.

Com um ótimo roteiro, diálogos brilhantes e uma direção segura, "Politicamente Incorreto" traz ainda a música de Ennio Morricone, entre outras, a bela fotografia de Vittorio Storaro e um bom trabalho de edição de som.

No elenco, o maior destaque fica por conta de Warren Beatty, no papel do Sen. Jay Bulworth. Em seguida, vêm as atuações de Hally Berry, a deusa negra que interpretou Dorothy Dandridge em recente filmobiografia, que Beatty alça à categoria de estrela, de Don Cheadle e de Oliver Platt.

CAA