Filmes por gênero

A HORA DO LOBO (1968)

Vargtimmen
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: L'heure du loup (França, Canadá)
L'ora del lupo (Itália)
La hora del lobo (Espanha, México, Argentina)
Hour of the Wolf (Estados Unidos, Reino Unido)
Die Stunde des Wolfs (Alemanha)
Godzina wilka (Polônia)
Ulvetimen (Dinamarca)
Чaс волка (União Soviética)
Pais: Suécia
Gênero: Drama, Horror
Direção: Ingmar Bergman
Roteiro: Ingmar Bergman
Produção: Lars-Owe Carlberg
Design Produção: Marik Vos
Música Original: Lars Johan Werle
Fotografia: Sven Nykvist
Edição: Ulla Ryghe
Figurino: Mago
Guarda-Roupa: Eivor Kullberg
Maquiagem: Kjell Gustavsson, Tina Johansson
Efeitos Sonoros: Lennart Engholm, Evald Andersson, Olle Jacobsson, P. O. Pettersson
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1971

Elenco

Max von Sydow Johan Borg
Liv Ullmann Alma Borg
Ingrid Thulin Veronica Vogler
Gertrud Fridh Corinne von Merkens
Erland Josephson Barão von Merkens
Bertil Anderberg Ernst von Merkens
Gudrun Brost Gamla Fru von Merkens
Georg Rydeberg Lindhorst
Naima Wifstrand Senhora idosa com chapéu
Ulf Johansson Heerbrand
Agda Helin Empregada dos von Merkens
Lenn Hjortzberg Kreisle
Folke Sundquist Tamino
Mikael Rundquist Garoto no sonho

Prêmios

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Diretor (Ingmar Bergman)

National Board of Review, USA

Prêmio NBR de Melhor Atriz (Liv Ullmann)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Johan Borg é um pintor que, após sofrer uma crise nervosa, segue com sua mulher, Alma, para uma ilha basicamente deserta, onde se abrigam numa modesta cabana. A ilha é de propriedade do Barão Von Merkens, que vive num grande castelo com sua esposa Corinne. Atormentado pelos pesadelos e conflitos psicológicos, Johan não consegue dormir durante a hora do lobo, entre meia-noite e o amanhecer.

Certo dia, uma mulher idosa se aproxima de Alma, a quem sugere que leia o diário de Johan, que ele guarda em uma bolsa preta debaixo da cama. Atendendo à sugestão da desconhecida, Alma encontra o diário, descobrindo os segredos do marido, como sua relação oculta com Veronica Vogler, uma mulher casada.

Durante uma visita ao castelo, Alma é insultada por Corinne por conta de ligação de Johan com Veronica. Ao voltarem para a cabana, os dois discutem e ele termina ferindo-a com um tiro em seu braço. Em seguida, ele retorna ao castelo, onde encontra o suposto cadáver de Veronica. Ao acariciá-lo, ela ganha vida e ri, para diversão do séquito de Von Merkens.

Assustado, Johan foge para a floresta, onde Alma testemunha sua tortura e humilhação. Quando ele finalmente desaparece, ela busca consolo narrando sua saga para o espectador.

imagem

Comentários

Escrito e dirigido pelo grande cineasta Ingmar Bergman, “A Hora do Lobo” é um filme sueco produzido pela Svensk Filmindustri em 1968. Sua trama fala de um pintor perturbado com tendências esquizofrênicas, principalmente no que diz respeito ao seu relacionamento com sua esposa.   

Como de costume, o grande cineasta sueco nos brinda com mais um ótimo trabalho, no que é ajudado pela fotografia de Sven Nykvist, marcada pelo contraste entre os espaços iluminados em primeiro plano, e a quase escuridão naqueles que ficam ao fundo. A trilha sonora, simples e precisa, a cargo de Lars Johan Werle, acompanha as imagens com a mesma sutileza dos silêncios prolongados ao longo do filme.

No elenco, Max von Sydow e Liv Ullmann brilham nos papéis principais.

CAA