Filmes por gênero

MALÍCIA (1973)

Malizia
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Malicious (Estados Unidos)
Malicia, bonne à tout faire (Bélgica)
Odygdens belöning (Suécia)
Kaikki rakastavat Angelaa (Finlândia)
Alle elsker Angela (Dinamarca)
Obsesja (Polônia)
Коварство (União Soviética)
Pais: Itália
Gênero: Comédia
Direção: Salvatore Samperi
Roteiro: Salvatore Samperi, Alessandro Parenzo, Ottavio Jemma
Design Produção: Ezio Altieri
Música Original: Fred Bongusto
Fotografia: Vittorio Storaro
Edição: Sergio Montanari
Figurino: Ezio Altieri
Maquiagem: Mauro Gavazzi
Efeitos Sonoros: Mario Dallimonti, Italo Cameracanna
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1974

Elenco

Laura Antonelli Angela
Turi Ferro Ignazio
Alessandro Momo Nino
Tina Aumont Luciana
Lilla Brignone Avó de Nino
Massimiliano Filoni Enzio
Pino Caruso Don Cirillo
Angela Luce Ines Corallo
Stefano Amato Porcello
Gianluigi Chirizzi Nuccio
Grazia Di Marzà Adelina

Prêmios

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Atriz (Laura Antonelli)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Ator Coadjuvante (Turi Ferro)

Prêmios Globo D'Oro, Itália

Globo d'Oro de Melhor Revelação Feminina (Laura Antonelli)

Prêmios Cálices de Ouro, Itália

Prêmio Cálice de Ouro de Melhor Atriz (Laura Antonelli)

Indicações

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio Urso de Ouro (Salvatore Samperi)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Revelação Masculina (Alessandro Momo)

Prêmio Fita de Prata de Melhor Trilha Sonora (Fred Bongusto)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em Acireale, Sicília, no final dos anos cinqüenta, o comerciante têxtil Ignazio La Brocca, viúvo com três filhos para criar, encontra na empregada Angela La Barbera, contratada por sua falecida esposa, a mulher ideal para se casar: um anjo perfeito, de maneiras modestas e de corpo escultural.

No entanto, a atraente mulher também desperta o interesse de dois de seus filhos. Enquanto o mais velho, um jovem de dezoito anos, depois de ter suas insistentes atenções rejeitadas e ter descoberto os objetivos de seu pai, se afasta, Nino, de catorze anos, ao se apaixonar profundamente por ela, faz de tudo para impedir o casamento do pai. Ele afirma que tem pesadelos, que vê aparições do fantasma de sua mãe, provocando gritos e lágrimas todas as noites. Ele até usa sua influência para conseguir fazer com que sua avó materna se oponha ao casamento. Ignazio, por outro lado, consegue o apoio de sua mãe.

Certa noite, enquanto Ignazio se encontra fora de casa, Angela, movida pela escalada de jogos eróticos forçados por Nino, finalmente cede à vontade do adolescente e se entrega completamente a ele. Assim, curado de sua obsessão, o jovem renuncia a todos os obstáculos ao casamento do pai, que finalmente poderá se unir à ela.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Salvatore Samperi, a partir de um roteiro por ele escrito, juntamente com Alessandro Parenzo e Ottavio Jemma, “Malícia” é um filme italiano produzido pelas empresas Clesi Cinematografica e Dino de Laurentiis Cinematografica em 1973. Trata-se de um melodrama erótico com momentos cômicos, realizado de uma forma muito artística e elegante.

Na direção, Samperi realiza um ótimo trabalho, no que é ajudado pela bela fotografia em Techniscope, a cargo de Vittorio Storaro, e pela excelente trilha sonora assinada por Fred Bongusto.

No elenco, Laura Antonelli, Turi Ferro e Alessandro Momo brilham em seus respectivos papéis. Aliás, “Malícia” foi, sem dúvida, um dos filmes-chave para Laura Antonelli se tornar um dos principais símbolos sexuais europeus dos anos 70. Por outro lado, lamentavelmente, o jovem Alessandro Momo veio a falecer, no ano seguinte, aos 17 anos de idade.

CAA