Filmes por gênero

O PLANETA DOS MACACOS (1968)

Planet of the Apes
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O homem que veio do futuro (Portugal)
La planète des singes (França, Canadá)
l pianeta delle scimmie (Itália)
El planeta de los simios (Espanha, Argentina, México, Peru)
Planet der Affen (Alemanha)
Apornas planet (Suécia)
Abernes planet (Dinamarca)
Планета обезьян (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Aventura, Ficção Científica, Mistério
Direção: Franklin J. Schaffner
Roteiro: Michael Wilson, Rod Serling
Produção: Arthur P. Jacobs, Mort Abrahams
Música Original: Jerry Goldsmith
Fotografia: Leon Shamroy
Edição: Hugh S. Fowler
Direção de Arte: William J. Creber, Jack Martin Smith
Figurino: Morton Haack
Guarda-Roupa: Truman Eli, John Intlekofer
Maquiagem: Ben Nye
Efeitos Sonoros: David Dockendorf, Herman Lewis
Efeitos Especiais: Vernon Archer, Bill Clove, Glen Galvin, Marlin Jones
Efeitos Visuais: L.B. Abbott, Art Cruickshank, Emil Kosa Jr.
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1969

Elenco

Charlton Heston George Taylor
Roddy McDowall Cornelius
Kim Hunter Dra. Zira
Maurice Evans Dr. Zaius
Dianne Stanley Stewart
Linda Harrison Nova
Wright King Dr. Galen
James Whitmore Presidente da Assembléia
James Daly Honorious
Robert Gunner Landon
Lou Wagner Lucius
Woodrow Parfrey Maximus
Jeff Burton Dodge
Buck Kartalian Julius
Norman Burton Hunt Leader
Paul Lambert Ministro
Army Archerd Gorila
Erlynn Mary Botelho Gorila
Eldon Burke Gorila
Chuck Fisher Gorila
Lars Hensen Gorila
Steve Merjanian Gorila
Joe Tornatore Gorila
George Sasaki Chimpazé
Smokey Roberds Chimpazé
Cass Martin Chimpazé
Norma Jean Kron Chimpazé
David Chow Chimpazé

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Prêmio Honorário por seu excepcional trabalho de maquiagem (John Chambers )

Prêmios Genesis, California, Estados Unidos

Prêmio Genesis de Melhor Longa-Metragem

National Board of Review, USA

Prêmio NBR dos 10 Melhores Filmes

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Figurino (Morton Haack)

Oscar de Melhor Trilha Sonora (Jerry Goldsmith)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Filme de Ação - Drama

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Uma nave espacial lançada da Terra viaja à velocidade da luz com quatro tripulantes, voluntários da missão que tenta provar que, nessas condições, o tempo passaria mais devagar para eles do que para quem ficou no planeta. Ao despertarem de uma hibernação induzida depois de uma viagem de 18 meses de seu tempo, o comandante George Taylor comprova que, na Terra, já teriam se passado dois mil anos e que a teoria estava correta.

A nave cai no mar de um planeta desconhecido e os tripulantes têm que abandoná-la às pressas. Agora são apenas três, pois um deles, a astronauta e única mulher do grupo, chamada Stewart, morreu devido a um vazamento de ar em sua máquina de hibernação.

Ao chegarem à terra firme, eles, a princípio, não encontram sinais de vida inteligente, mas continuam procurando, pois só dispõem de comida e água para três dias. Depois de uma longa caminhada, eles encontram os primeiros nativos, homens selvagens que não falam e que roubam seus equipamentos e roupas. Logo depois, eles descobrem outra espécie nativa: violentos macacos que falam, se locomovem usando cavalos e atiram com rifles sem qualquer piedade.

Taylor é ferido na garganta e fica incapaz de falar, enquanto seus dois companheiros não têm melhor sorte: um é morto e o outro desaparece. Taylor é levado para o laboratório da psiquiatra de "animais", Dra. Zira, que examina seu cérebro, pois desconfia que os macacos são descendentes dos homens, teoria combatida pelo Dr. Zaius, chefe da religião e da ciência da comunidade símia.

Ao se curar do ferimento e conseguir falar, Taylor é perseguido por Zaius que também ataca Zira e seu noivo, o arqueólogo Cornelius. A única forma de se livrarem de sua perseguição, é provarem que as teorias negadas por ele são verdadeiras e assim Zira, Cornelius e Taylor fogem com a ajuda de outros companheiros e tentam achar provas no sítio arqueológico, descoberto antes por Cornelius, que fica na misteriosa "Zona Proibida".

Depois de algum tempo, Taylor descobre que não está em um planeta alienígena, mas sim na Terra, onde os "maníacos" humanos se mataram em uma grande guerra e agora são dominados por macacos. Enquanto Taylor grita de frustração e Nova observa com uma ingenuidade dolorosa, a câmera se afasta para revelar uma Estátua da Liberdade meio enterrada, o maior símbolo de liberdade dos Estados Unidos, agora nada mais que simples escombros.



imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Franklin J. Schaffner, a partir de um roteiro escrito por Michael Wilson e Rod Serling, “O Planeta dos Macacos” é um filme norte-americano de ficção científica produzido pelas empresas Twentieth Century Fox e APJAC Productions em 1968. Sua trama, baseada numa obra homônima do escritor francês Pierre Boulle, conta a estória de quatro astronautas que, após uma viagem espacial de dezoito meses, aterram num planeta onde os homens são governados por uma evoluída raça de macacos.

Na direção, Schaffner realiza um ótimo trabalho, marcado por um bom ritmo. Na área técnica, merecem igualmente reconhecimento, a fotografia a cargo de Leon Shamroy, o figurino assinado por Morton Haack e a genial trilha sonora de Jerry Goldsmith.

No elenco, Charlton Heston é o maior destaque, seguido pelas boas atuações de Roddy McDowall, Kim Hunter e Maurice Evans.

CAA